Orienta-te Redes Sociais

Concurso

Ministory: um concurso de “curtas”, bem “curtinhas”, no Instagram

Sim, 15 segundos bastam para contar uma história. Eis o mote do concurso Ministory, a decorrer até 15 de Setembro, que premeia as melhoras histórias/pequenos vídeos

Texto de Amanda Ribeiro • 16/08/2013 - 15:41

Distribuir

Imprimir

//

A A

Um concurso de "curtas" no Instagram pode parecer um contra-senso, mas essa consideração não podia estar mais longe da verdade. Quinze segundos, o tempo limite para os vídeos nesta rede social, chega perfeitamente para contar uma história, afiança ao P3 Philippe González (@philgonzalez), fundador do Instagramers.com, dinamizador da rede @Igers e, agora, ideólogo do Ministory, um concurso de pequenos filmes no Instagram. "Se uma única imagem pode contar histórias (e dar asas à tua imaginação), então um vídeo com 15 segundos ainda mais!"

 

A decorrer até 15 de Setembro, o Ministory vai distinguir vídeos — e histórias — em quatro categorias, bem ao estilo de uns mini-Óscares. Para além da realização (Best Ministory and Film Director of Instagram 2013), há prémios para o Melhor Actor, Melhor Actriz e Melhores Efeitos Especiais. Para concorrer, basta etiquetar o vídeo, que tem de ser sido submetido entre 1 de Agosto e 15 de Setembro, com #Ministory. O regulamento avisa ainda que convém ler e cumprir os Termos e Condições. Os galardoados nas categorias de representação terão direito a um tripé GorillaPod; nas áreas mais técnicas, os vencedores recebem a AbracadabrApp.

 

O nome Ministory já vem de trás. Há mais de dois anos, em plena euforia instagrámica, Phil decidiu criou a "hashtag" e a conta para lançar um concurso de fotografias que significassem "mini-histórias" para os autores. "Estavam a ser dados os primeiros passos no Instagram e eu pensei que se tornaria no melhor local para contar histórias." Em Junho, quando o Instagram lançou a funcionalidade de publicar vídeos, Phil decidiu ressuscitar o mote — e a etiqueta, #Ministory, onde chegaram a cair cinco mil imagens. "É uma boa oportunidade para testar a criatividade das pessoas nos vídeos", diz, em entrevista por e-mail ao P3. 

 

Uma rede para partilhar emoções 

Se, a princípio, Phil estava contra a entrada do vídeo na rede que "mais impulsionou a fotografia móvel", depressa mudou de ideias. "Percebi que é uma rede para aproveitar e partilhar a vida e as emoções." E, conclui, "os vídeos são uma forma importante de comunicar". Até agora, o concurso conta com mais de 200 vídeos submetidos — na contribuição do próprio Ministory (à esquerda), a interpretação de Phil pode causar inveja a muitos bons actores. A actualização, anunciada recentemente, que possibilita a importação de vídeos da galeria, dará um outro impulso, especula o espanhol, que passa os dias dividido entre o Instagram e a produtora Chello Multicanal, onde trabalha.

 

Expectativas quanto ao concurso? Não há muitas. Enquanto gestor da rede @Igers já está habituado a organizar eventos, encontros (Instameets), exposições, mas também desafios para "entreter" os utilizadores. "Decidi lançar um concurso humilde e divertido para ver se as pessoas estão interessadas neste género de competições". Novidades talvez mais tarde. "Estamos a pensar fazer concursos de vídeo no futuro e é uma boa forma (...) de "medir a temperatura" durante o Verão e saber o que é que as pessoas realmente querem." 

Eu acho que

Pub

Ilustração P3

Fotografia

A Lilly foi a primeira companhia e “o primeiro amor” de quatro patas de Jasmina Lozar. “Quando a adoptei tinha agressivos ataques de asma e ela levava-me em...

Entre casais também há violações

Vídeo // A realizadora Chloé Fontaine chamou à curta metragem Je suis ordinaire — o que...