Orienta-te Redes Sociais

Glitter

A Equipa / Glitter

Tecnologia

Start-up portuguesa concorre a prémio em Berlim

Glitter é uma "start-up" portuguesa que desenvolveu uma aplicação para simplificar os "castings" no mundo da moda

Texto de Betty Lee Silva • 22/04/2013 - 17:30

Distribuir

Imprimir

//

A A

A Glitter, uma "start-up" portuguesa, é uma das 12 finalistas do concurso organizado pela Next Berlim, um encontro para a apresentação e debate sobre as inovações tecnológicas, com uma aplicação criada para simplificar os "castings" do mundo da moda. A aplicação, explica Tiago Pedrosa, um dos autores do projecto, foi desenvolvida com o objectivo de “ser uma ferramenta de trabalho para a indústria de 'casting'”, uma vez que pretende reunir agências, produtores e clientes num mesmo espaço.

 

Ao juntar todos os intervenientes do processo, a aplicação permite um contacto permanente e o acesso a toda a informação relativa a campanhas, projectos ou modelos. Outras funções incluem estatísticas sobre os modelos, informação actualizada sobre o mercado, e um sistema de "tags" que permite categorizar os modelos e encontrar facilmente o que procuram para cada trabalho. 

 

A ideia surgiu da experiência profissional de Tiago, que trabalha nesta indústria desde 2009. Tiago cedo percebeu que “cada interveniente tinha os seus problemas, porque cada um trabalhava de forma diferente”. Tendo em conta que “não havia nenhuma plataforma que os juntasse e fosse transversal a todos”, começou a idealizar uma solução “com custos que fossem suportáveis por todos”. 

 

Projecto internacional

Por isso mesmo, a vontade de exportar o conceito é grande: “O nosso enfoque nem sequer é em Portugal, que tem um mercado de 'casting' muito pequeno”, esclarece Tiago. A Glitter é um projecto “internacional”.  

 

Em conjunto com mais 3 colegas, desenvolveu primeiro um protótipo exclusivo para um cliente. E “a partir desse 'know-how'” foi elaborado “algo que pudesse ser utilizado por qualquer 'casting' no mundo”.

 

Neste momento, querem pôr em prática a verdadeira aplicação, global e em rede. “Nós temos todos os ecrãs desenvolvidos e todas as funções preparadas, só falta financiamento”, admite Tiago.

 

A necessidade de financiamento torna a passagem por Berlim ainda mais importante. Ao serem um dos 12 finalistas, não só vão apresentar o projecto perante vários especialistas da indústria digital europeia, como também concorrem a um prémio no valor de 20.000 euros.

 

A conferência terá lugar em Berlim nos dias 23 e 24 de Abril, conhecida por determinar quais serão as inovações tecnológicas mais relevantes nos próximos 12 meses. A Next Berlim Reúne todos os anos grandes investidores, investigadores, e profissionais europeus. 

Eu acho que

Como tornar a cozinha mais Nham Nham!

Casa // Existe uma nova marca de artigos para a tua cozinha. Chama-se Nham Nham! e tem...