cdd20/ Pixabay

Tecnologia

Cinco “apps” (mais uma) para ajudar a um sono dos deuses

Já todos ouvimos falar da importância de uma boa noite de sono — e há estudos que dizem que dormir mal nos faz envelhecer. A propósito do Dia Mundial do Sono, que se assinala a 16 de Março, fizemos uma lista de como a tecnologia pode ajudar nesta missão

Texto de P3 • 16/03/2018 - 12:26

Distribuir

Imprimir

//

A A

O estudo da importância do sono tem ocupado investigadores um pouco por todo o mundo. E a busca de soluções é muita e variada. Recentemente, uma equipa de investigadores do Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC) da Universidade de Coimbra encontrou uma ligação entre a síndrome de apneia obstrutiva do sono e oito marcadores do processo de envelhecimento celular prematuro. Por outras palavras: dormir mal envelhece-nos.

 

A propósito do Dia Mundial do Sono, que se assinala a 16 de Março, seleccionamos seis aplicações — entre as muitas existentes — que prometem ajudar os utilizadores a melhorar o seu sono. Não se esqueçam, no entanto, de manter a distância de segurança. É que os avisos de que a emissão de radiações destes aparelhos é prejudicial à saúde são tão frequentes como os alertas para os problemas causados por falta de descanso.  

 

Simples e eficaz

A que horas devo ir dormir para que cumpra o número de horas de sono recomendado? Esta é das aplicações mais básicas no que ao sono diz respeito — mas útil para quem não gosta de se dar ao trabalho de fazer contas. Basta introduzir a hora a que temos de nos levantar e a Sleepyti diz-nos a que horas devemos ir para a cama tendo em conta os nossos ciclos de sono. Isto porque, explicam, acordar a meio de um ciclo de sono faz com que o descanso seja menos eficaz.  

 

O que se passa durante a noite?

Para quem fala ou ressona durante a noite, mas precisa de ouvir para crer, esta app é uma solução. Além de fazer a monitorização do sono, grava-o. A Pillow, para iOS, fornece informações detalhadas sobre o batimento cardíaco durante o sono e pode também ser usada como despertador. E quem tem dúvidas sobre a importância do sono e das sestas pode ler vários artigos sobre isso. 

 

O sono dos astronautas

Tem o selo NASA e isso ajuda os mais descrentes nestas andanças tecnológicas. Os criadores do Sleep Genius dizem que o trabalho por detrás desta app tem vários anos de pesquisa e a intervenção de neurocientistas — a mesma base que terá servido para o estudo de um descanso tranquilo dos astronautas. É, segundo os criadores, o "programa de som para dormir mais científico do mundo". Monitoriza o sono, explica a que horas se deve acordar para maximizar o descanso e vai emitindo sons que alegadamente diminuem a respiração e frequência cardíaca. Para iOS e Android.

 

Chuva: como música para os meus ouvidos

Há quem ache o silêncio total incomodativo na hora de adormecer. E há várias aplicações a responder a esse problema. Quem não gosta, por exemplo, de adormecer ao som da chuva lá fora? A Sleepmaker Rain, disponível para iOS, tem uma série de sons da chuva. Suave, forte, a bater no tejadilho do carro, no chão.

 

Outros sons

Se o som da chuva não agrada, há outras aplicações com um leque de oferta mais alargado. O Relax Melodias tem melodias mais elaboradas ou sons da natureza — e há selecções para os vários tipos de objectivos: sono profundo, sesta, meditação. Está disponível para iOS e Android.

 

Para evitar pais desesperados

E um extra para pais que precisam de ajuda para pôr os bebés a dormir. Esta aplicação, disponível para Android, tem várias músicas pensadas para acalmar e adormecer os mais pequenos. Tem ainda sons como o bater do coração (ao qual eles estavam habituados antes do nascimento) e até o de aspirador de pós (dizem os criadores que é também semelhante ao escutado na barriga da mãe).

Voltar ao topo

|

Corrige
Eu acho que