DR

Crónica

Tantos cursos de videojogos!

O número de cursos de videojogos em Portugal é um sinal do nosso crescimento ou estaremos somente a passar uma fase de euforia?

Texto de Ivan Barroso • 26/04/2017 - 19:34

Distribuir

Imprimir

//

A A

Onze. Este é o número de cursos em Portugal dedicados à formação e produção de videojogos (a lista está no final deste texto). Sejam do ensino superior ou profissional, a verdade é que estamos a lidar com um número elevado de cursos e há planos para surgirem mais três, ainda este ano, em Tomar, Porto e Oeiras. Claro que isto traz igualmente outra questão: será que existe necessidade de tantos cursos de videojogos em Portugal".

 

Estatisticamente, se cada um destes cursos formar (apenas) 10 alunos anualmente, isso significaria que, a cada ano, teremos mais de 100 jovens profissionais desta área. Mais até, porque, na verdade, nos cursos universitários, as turmas oscilam entre os 15 e os 30 alunos. Logo, o número de formados por ano será (sempre) maior. Ora bem, o nosso tecido empresarial engloba cerca de uma dúzia de empresas de videojogos legítimas — leia-se: com actividade aberta e pagadoras das responsabilidades adjacentes —, sendo estas acompanhadas por cerca de 30 a 50 estúdios — leia-se: iniciativas amadoras.

 

No total, estas empresas muito dificilmente irão conseguir absorver todo este fluxo de recém-formados anualmente. Porém, algumas das empresas desejam aumentar os seus quadros e, enquanto coordenador de um destes cursos universitário, e docente em mais outros dois, já recebi desde o inicio do ano cerca de nove ofertas de emprego, especificamente desenhadas para jovens.

 

Dessas todas, só uma não era remunerada — o valor das remuneradas variava entre os 450 e 750€, dependendo se eram em part-time, ou não. Por isso, deduzo que existe alguma absorção no mercado, embora esteja muito longe das necessidades académicas. É provável que as ofertas cresçam. Aliás, como a nossa indústria está em constante crescimento, é até natural que isso aconteça. No entanto, vai estar longe da absorção necessária. E talvez o curso que possa escapar a este fenómeno seja o da ETIC, não porque lecciono nesta escola, mas por outra razão.

 

Por se tratar de um curso britânico — um BA, ou seja, equivalente à nossa Licenciatura —, e como os alunos, podem acabar o terceiro ano em terras de sua majestade, eles são assim mais facilmente inseridos no mercado de trabalho, uma vez que as ofertas de emprego naquele país são superiores às nossas.

 

Vantagens dos cursos

Sobre as vantagens de estudar videojogos existem várias opiniões. Gabriel Evangelista, docente universitário (IPLeiria, ETIC, Restart) afirma que "é verdade que muita gente pode aprender pela tentativa e erro, mas é melhor quando existe alguém experiente, que ajuda a perceber todos os lados das questões". Ricardo Flores, igualmente docente universitário, acrescenta: "É melhor estudar num curso focado, ao invés de uma série de cursos generalistas, porque a aprendizagem é mais concisa".

 

Nélio Códices (Universidade Lusófona, e Universidade Europeia), acredita: "Obviamente, tal como em todos os cursos, nem todos os alunos formados serão excepcionais. Mas, se forem proactivos, facilmente encontrarão as suas soluções".

 

Com tantos jovens no mercado, é provável que também aumente o número de start ups. Afinal, estamos a passar por momento eufórico. E, claro, serão sempre bem-vindos no nosso ecossistema. Talvez existam demasiados cursos de videojogos em Portugal. Ou talvez não? Pode ser este um sinal do nosso crescimento ou estaremos somente a passar uma fase de euforia? Os videojogos são o curso da moda, tal como em tempos passados foram os cursos de Design, Direito e Psicologia? O tempo, cedo, ou tarde, logo nos dará a resposta.

 

Cursos de videojogos em Portugal

 

ETIC :: Animação e Videojogos

Grau: BA (licenciatura britânica)

Duração: 3 anos (2+1)

Site

 

ETIC (Algarve) :: Videojogos

Grau: Curso profissional

Duração: 2 anos

Site

 

ESMAD :: Design de Jogos e Animação Digital

Grau: Curso profissional

Duração: 2 Anos

Site

 

IPB :: Design de jogos digitais

Grau: Licenciatura

Duração: 3 anos

Site

 

IPCA :: Engenharia em desenvolvimento de jogos digitais

Grau: Licenciatura

Duração: 3 anos

Site

 

IPLeiria :: Jogos Digitais e Multimédia

Grau: Licenciatura

Duração: 3 anos

Site

 

IPMaia :: Produção Multimédia e Jogos Digitais

Grau: Curso profissional

Duração: 2 anos

Site

 

Restart :: Criação de Videojogos

Grau: curso profissional

Duração: 1 ano

Site

 

Universidade Europeia :: Games & Apps Development

Grau: Licenciatura

Duração: 3 anos

Site

 

Universidade Lusófona :: Aplicações Multimédia e Videojogos (Lisboa)

Grau: Licenciatura

Duração: 3 anos

Site

 

Universidade Lusófona :: Aplicações Multimédia e Videojogos (Porto)

Grau: Licenciatura

Duração: 3 anos

Site

 

World Academy :: Videojogos

Grau: curso profissional

Duração: 1 ano

Site

 

Brevemente

 

Instituto Politécnico Tomar

Flawless Victory

 

 

Mestrados

IST :: Engenharia informática e de computadores

Site

 

IPCA :: Engenharia de desenvolvimento de jogos digitais

Site

 

UBI :: Design de jogos

Site

 

 

Mestrados com cadeiras de videojogos

 

ISCTE :: Mestrado em informática

site

 

FEUP :: Multimédia

Site

 

UA (Aveiro) :: Comunicação e multimédia

Site

 

UM (Guimarães) :: Tecnologia e Arte Digital

Site

 

Universidade da Madeira

Site

 

Voltar ao topo

|

Corrige
Eu acho que