Orienta-te Redes Sociais
Raquel Lacerda e João Antunes

Raquel Lacerda e João Antunes são autores do blogue "les bons vivants"

Les Bons Vivants

Les Bons Vivants

Les Bons Vivants

Crónica

Massas, massas e mais massas

A partir da Primavera damos por nós a preparar muito mais pratos de massa. Quentes, frios, com mais ou menos legumes, de carne, de peixe, com molho ou sem ele

Texto de Raquel Lacerda e João Antunes • 03/05/2013 - 12:30

Distribuir

Imprimir

//

A A

A partir da Primavera damos por nós a preparar muito mais pratos de massa. Quentes, frios, com mais ou menos legumes, de carne, de peixe, com molho ou sem ele. São pratos práticos, fáceis, normalmente baratos e indicados para levar para o trabalho ou faculdade. Há dezenas de tipos de massa, umas mais curtas, outras longas, tubulares, para rechear... uma imensa diversidade que nos permite escolher ao nosso gosto. Além do mais, os pratos de massa são vantajosos pois permitem inúmeras adaptações.

 

Aqui ficam algumas ideias:

- linguine com sardinhas de lata picantes – coze a massa e numa frigideira com azeite e alho e aquece as sardinhas de lata desfeitas. Acrescenta às sardinhas uma colher de molho de tomate, mistura e quando a massa estiver pronta junta tudo. Podes compor o prato com manjericão fresco e pão frito em azeite e alho (tritura pão velho e numa frigideira com azeite aquecido e alho bem picado frita-o até ficar dourado, seca-o em papel absorvente).

 

- spaghetti com carne picada e cogumelos – uma boa carne picada é aquela que tem sabor. Numa panela refoga cebola roxa, uma folha de louro e alho em azeite, junta uma lata de tomate pelado e deixa reduzir ligeiramente. Acrescenta uma colher de açúcar, uma colher de vinho tinto ou do Porto e acrescenta a carne. Tempera-a com sal, pimenta, piri-piri, pimentão-doce e acrescenta um bocadinho de vinho branco. Para ficar ainda com mais sabor junta daqueles preparados de compra, com molho napolitano ou para bolonhesa. Deixa cozinhar. À parte salteia cogumelos em azeite, tempera-os com sal, pimenta e orégãos e quando a carne estiver pronta, junta-os lá. Serve com a massa, queijo parmesão ralado e orégãos. Podes variar e em vez dos cogumelos, fazer com courgette e milho, por exemplo. Esta carne também pode ser aproveitada para uma lasagna: alterna-se a massa e a carne em camadas, coloca-se num recipiente de ir ao forno e vai-se cobrindo com uma mistura de molho bechamel e natas, temperados com sal e pimenta. A melhor massa de lasagna é a fresca.

 

- penne ou farfalle com atum, ovo e molho de iogurte e mostarda – coze a massa e o ovo (à parte e apenas 6 minutos para ficar com a gema húmida) e enquanto isso prepara o molho: 1 iogurte natural, quase a mesma quantidade de maionese, um pouco de mostarda, sal fino, pimenta e um bocadinho de mel (ir provando e ajustar os sabores a gosto). No fim misturar a massa com o atum, cebolas novas cortadas em pedacinhos e o ovo picado. Servir com o molho e estragão (opcional). Mais detalhes aqui.

 

- linguine com salsichas frescas molho de tomate e coentros – a lógica é a mesma das anteriores. Fazer um molho de tomate com tomate pelado, cebola e alho, vinho tinto, açúcar, piri-piri e coentros frescos. Fritar as salsichas frescas em azeite, e no fim misturar tudo com a massa e acrescentar mais coentros. Mais detalhes aqui.

Eu acho que

Pub

Videoclipe.pt

Audio

Laura quer que as pessoas entrem no atelier dos artistas "com um clique"

Fotografia

Disciplina. Atenção. Aperfeiçoamento. Amor. Expressão. Até tocar nas estrelas. São todas estas "aspirações humanas" que o australiano Niv Novak encontra no...

Bernardo disfarçou-se de turista e...

Livro // Quis olhar para o sector do turismo em Portugal como estrangeiro e, para isso,...