Orienta-te Redes Sociais

Tasca da Badalhoca: presunto, política e Boavista

autoria Nelson Garrido

// data 01/03/2013 - 17:47

// 36493 leituras

- É uma sande de rojão.

- Gordo ou magro?

- Qual é a diferença?

- O rojão gordo tem gordura, o magro não.

É tudo simples, na Tasca Badalhoca. E fala-se de tudo. Mistura-se política com bacalhau, números de contribuinte com tripa e morcela, História de Portugal com salpicão e panados, o caos na Síria com uma caneca de cerveja ou uma taça ("não importa a cor que tem"). Há quase tantos presuntos pendurados como símbolos do Boavista na “Badalhoca”  — alcunha da anterior dona do espaço, cujo destino a dona Maria de Lurdes assumiu, em 1965, com 17 anos. Hoje, "a Badalhoca" é uma instituição, uma tasca com bolinha no canto superior direito. Por que é que nós comemos quatro sandes de presunto? Porque podemos. João Nogueira Dias

Eu acho que