Ela serve vinganças doces aos “trolls” da Internet

autoria P3

// data 25/09/2017 - 08:29

// 6431 leituras

A receita destes bolos segue sempre três passos­. Tudo começa por juntar aos ingredientes normais um mais especial: um comentário maldoso feito na Internet. Depois, guarda-se numa caixa e envia-se para o troll que o escreveu, lado a lado com uma cópia do comentário original (só para o caso de se ter esquecido que disse mesmo aquilo). É esta a fórmula do projecto de Kat Thek, a detective/pasteleira que faz “bolos maus que sabem mesmo bem” nos tempos livres – com massa de brownie de chocolate, cobertura de chantilly, sprinkles coloridos e um toque de ironia ácida. Há quatro opções disponíveis para encomenda, com preços a variar entre os 30 e os 60 dólares. A mais cara exige que a copywriter descubra a morada ou o local de trabalho de quem fez o comentário e, caso o troll viva em Nova Iorque, entregue o bolo em mão. Há pouco tempo acrescentou outra possibilidade: é possível enviar um troll cake para a Casa Branca. Chama-se Tiny Hands Special e é decorado não com um comentário, mas com um tweet, claro, de Donald Trump. É como se costuma dizer: a vingança é um prato que se serve… doce.

Eu acho que