Concurso

Prémios monetários para "comida inovadora"

O Prémio Ecotrophelia é uma iniciativa conjunta entre a PortugalFoods e a FIPA. Os vencedores têm a oportunidade de competir a nível europeu e desenvolver os projectos e ideias de negócio

Texto de Ana Rita Carvalho • 22/05/2017 - 11:57

Distribuir

Imprimir

//

A A

O Prémio Ecotrophelia chega, pela primeira vez, ao território nacional. Portugal é, assim, o 16.º país europeu onde a competição de inovação alimentar, voltada para os estudantes do ensino superior, se realiza.

 

O concurso pressupõe que uma equipa de estudantes desenvolva um produto alimentar eco-inovador. Os melhores competirão na ronda nacional e o vencedor terá a oportunidade de competir a nível europeu, com os vencedores dos restantes países participantes.

 

O Prémio Ecotrophelia visa promover o empreendedorismo e inovação no sector agroalimentar. Os alunos que pretendam concorrer têm de desenvolver um produto de base, ou seja, trabalhar a ideia, criar a embalagem, pensar na possibilidade de comercialização e “vender” o produto.

 

Esta é uma iniciativa conjunta da PortugalFoods e da Federação das Indústrias Portuguesas Agro-Alimentares (FIPA), que funciona como um género de “incubadora de ideias” e permite “não só estimular a criação de produtos inovadores no sector agroalimentar, mas também revelar futuros talentos e permitir que Portugal ganhe cada vez mais dimensão e destaque no mercado”, explicou o Presidente do Conselho de Administração da PortugalFoods, Amândio Santos, ao P3. O objectivo é que Portugal se afirme “como um país inovador e competivo”, envolvido “num ecossistema de inovação e sustentabilidade”.

 

A inserção do Prémio Ecotrophelia em Portugal pretende, então, incentivar a reflexão sobre “os produtos ecoinovadores do amanhã”, junto dos diversos responsáveis do agroalimentar e impulsionar a criação de profissionais “conscientes e proativos”, que sejam capazes de dar resposta aos desafios ambientais, de saúde e de sociedade. “A promoção de Portugal como país produtor de excelência” é o foco, sublinhando a “formação e qualidade científica dos seus profissionais”.

 

Como concorrer? “O prémio Ecotrophelia visa o desenvolvimento de um produto alimentar eco-inovador por equipas de estudantes do ensino superior, com idade igual ou inferior a 35 anos”, explica o Presidente da FIPA, Jorge Henriques. O prémio engloba duas rondas: a ronda nacional, que decorre até ao dia 26 de Maio, e a ronda europeia, onde o vencedor português competirá ao lado de mais de 15 países. As candidaturas terminaram no passado dia 13 de Abril, tendo sido divulgados os resultados do Comité de Pré-Seleção a 18 de abril. Das 16 candidaturas, 11 passaram à avaliação final que decorre já no próximo dia 26 de maio.

 

Os prémios? São 2000, 1000 e 500 euros para o primeiro, segundo e terceiro lugar, respectivamente, em Portugal. O vencedor do Prémio Ecotrophelia Portugal-Ouro receberá ainda 2000 euros em serviços de consultoria, de forma a desenvolver o projecto e a ideia de negócio.

Voltar ao topo

|

Corrige
Eu acho que