Orienta-te Redes Sociais
Raquel Lacerda e João Antunes são autores do blogue "les bons vivants"

Raquel Lacerda e João Antunes são autores do blogue "les bons vivants"

Les Bons Vivants

bookgrl/Flickr

Crónica

Petiscos para dias de bola

Partilhamos algumas sugestões para dias de jogo, quer para os fãs de futebol americano, quer para os adeptos do futebol português

Texto de Raquel Lacerda e João Antunes • 31/01/2014 - 18:02

Distribuir

Imprimir

//

A A

Embora o fenómeno Super Bowl não tenha assim tantos adeptos em Portugal, lá fora, a noite da grande final da NFL é a desculpa perfeita para juntar uns amigos em frente à televisão com petiscos variados à mistura.

 

Por cá, alguns já vão seguindo este mega-evento desportivo com mais atenção. Assim, partilhamos algumas sugestões do que servir em dias de jogo, quer para os fãs de futebol americano (cuja grande noite é já no domingo), quer para os adeptos do futebol português (o próximo derby lisboeta é no dia 9 de Fevereiro).

 

Que ganhe o melhor!

 

Tempura de legumes: pode ser feita com os mais diversos tipos de legumes: curgete, couve- flor, beringela, cogumelos, cenoura, feijão-verde, etc. De preferência utilizar um pouco de cada e criar um prato diversificado. Pode-se também fritar algumas ervas aromáticas em polme, ficam muito estaladiças e dão um outro "layer" de sabor.

 

Primeiro, prepara-se o polme: a 200g de farinha com fermento junta-se cerveja, cerca de 33cl, e mexe-se bem até ficar com uma consistência cremosa. Temperam-se os legumes, previamente cortados em pedaços, com a seguinte mistura: sal, pimenta, piri-piri, pó de caril, cominhos, sementes de mostarda e açafrão das índias. Envolvem-se os legumes no polme e fritam-se em óleo bem quente. Depois de fritos devem ser colocados em papel de cozinha para que o excesso de óleo seja absorvido. Imediatamente antes de servir, tempera-se com um pouco de flor de sal e uns salpicos de sumo de limão. Sabe bem ir picando uns legumes crocantes.

 

Guacamole: picar cebola, tomate, coentros e malagueta e misturar tudo. Juntar abacate esmagado (convém que esteja maduro), sumo de lima e sal. As quantidades são conforme o gosto de cada um e o número de pessoas a servir. O ideal é ir provando e afinando o sabor e a textura. Come-se com "tortillas" de milho mexicanas.

 

Batatas fritas de pacote caseiras: com um descascador de batatas, descascam-se as batatas e vão-se retirando lascas, como se continuássemos a descascar a própria batata. Quando as batatas estiverem todas reduzidas a lascas, lavam-se outra vez para retirar a goma, secam-se num pano de algodão e fritam-se em óleo a uma temperatura de cerca de 180º. Por fim seca- se o óleo em excesso com papel de cozinha e tempera-se com sal. Ficam óptimas com uma maionese de alho ou molho Thai.

 

Salada de pepino, alface e milho: lavar a alface e cortá-la grosseiramente. Descascar o pepino e lascá-lo com o descascador da batata ou cortá-lo em pedaços pequenos. Juntar milho. Se tiveres, junta coentros picados ou poejo e tempera com azeite e sumo de limão. Servir em taças individuais com molho de iogurte natural e mel.

 

Mini hambúrgueres de alheira: desfazer a alheira (ainda crua) e formar pequenas bolinhas com as mãos. Achatá-las ligeiramente, para dar formato de hambúrguer. Temperar com uma pitada de pimenta. Numa frigideira aquecida, com apenas um fio de azeite, fritar os mini hambúrgueres. Virar uma vez. Quando estiverem quase prontos, abrir um ovo de codorniz por cima, temperar com sal e pimenta e servir quando estiver pronto.

Eu acho que

Pub

Videoclipe.pt

Audio

Laura quer que as pessoas entrem no atelier dos artistas "com um clique"

Fotografia

"A geração retratada na minha série fotográfica ["Come Hell or High Water"] é a dos jovens que atingiram a idade adulta no momento da viragem de século, os...

Entre casais também há violações

Vídeo // A realizadora Chloé Fontaine chamou à curta metragem Je suis ordinaire — o que...