Design

Petit Pli: roupa que encolhe e estica (para miúdos dos 4 aos 36 meses)

Sim, não é um sonho. Criada por Ryan Mario Yasin, a Petit Pli está à procura de financiamento

Texto de P3 • 07/07/2017 - 17:09

Distribuir

Imprimir

//

A A

Como um bom tio, Ryan Mario Yasin comprou roupa para oferecer ao seu pequeno sobrinho Viggo no aniversário. O problema é que quando o presente chegou ao destinatário, na Dinamarca, já não tinha qualquer uso: o miúdo crescera entretanto e a indumentária já não lhe servia.

 

Acontece que enquanto uns, perante esta situação, engolem a frustração e arranjam um novo presente, outros, como o jovem estudante da londrina Royal College of Art, tornam-se criativos. Nascia aí a Petit Pli, uma linha de roupa infantil bem versátil: as peças encolhem e esticam, adaptando-se a crianças entre os quatro e os 36 meses. 

 

"As crianças crescem mais do que as suas roupas em poucos meses, contudo nós vestimo-las com roupas de adulto em miniatura, em vez as projectar do zero", explica ao Dezeen o designer, que, atendendo aos 11 milhões de crianças no Reino Unido, decidiu mudar as regras do jogo e redesenhar o vestuário infantil. Objectivo: aumentar a longevidade das peças, esperando reduzir o lixo gerado pela indústria.

 

Como? Tudo isto é possível por causa de um sistema de pregas, que permite que a roupa seja "desembrulhada" quando puxada. Como um acordeão, no fundo. Para a desenvolver, Yasin serviu-se do seu background como engenheiro aeronáutico especializado em estruturas articuláveis para pequenos satélites.

 

Os materiais, a aguardar patente, são ultra-leves e à prova de água e de vento. E totalmente moldáveis à (grande) actividade das crianças, "expandindo e contraindo em sincronização com o seu movimento", sublinha o autor. Elaborada no âmbito do mestrado em Engenharia e Design de Inovação, a Petit Pli está agora à procura de investimento. 

Voltar ao topo

|

Corrige
Eu acho que