Portugal Fashion: Longas horas nos bastidores, sempre de telemóvel na mão

autoria Catarina Lamelas Moura

// data 27/03/2017 - 09:57

// 2486 leituras

O longo dia de desfiles nas semanas da moda implica horas de espera — o último dia do Portugal Fashion, no sábado, chegou a ter 10 apresentações. Se as filas para entrar nos desfiles são extensas, os compassos de espera dos manequins, nos bastidores, são ainda maiores e o telemóvel parece ser a arma indispensável para combater o tédio. “Ontem cheguei às 10h e saí às 21h30”, conta Rita Costa, de 18 anos, que no sábado desfilou para Nuno Baltazar (às 14h30) e para Micaela Oliveira (às 18h30). Os manequins devem apresentar-se quatro horas antes do seu primeiro desfile. Até pisarem a passerelle têm "fittings", ensaios, cabelos e maquilhagem, mas, depois tudo somado, sobram ainda várias horas para ocupar, nos bastidores. “Não podemos ir a lado nenhum, porque a qualquer momento podem-nos chamar”, explica Rita Costa. Como passam então o tempo? “Falamos uns com os outros e vamos ao Instagram”, conta. Nos corredores e salas onde se escondem os preparativos para as apresentações das novidades dos criadores portugueses é possível comprovar como, de facto, grande parte dos modelos (e outras pessoas) está agarrada ao telemóvel. Há ainda alguns manequins que passam o tempo com jogos de mímica e mini sessões fotográficas. Do lado oposto, na sala de desfiles e nas restantes zonas dedicadas ao público, o telemóvel parece estar também nas mãos de todos.

Eu acho que