Tal mãe, tais filhas

autoria Andreia Cunha

// data 18/01/2017 - 16:11

// 19140 leituras

Roupas de cores semelhantes, penteados iguais e objectos a triplicar. Estes são os denominadores comuns das fotografias de uma mãe, 30 anos, e duas filhas de nove e dois anos. Até a posição das três se repete em cada um dos retratos. Dominique, Amélia e Penny. Dominique, Amélia e Penny — e por aí em diante. Descubra as diferenças: a cor do cabelo e o tamanho de cada uma. Foi na conta de Instagram @allthatisshe que esta mãe e blogger de Sunderland, na Inglaterra, decidiu registar e partilhar o crescimento das filhas semana a semana. O início das aulas, um passeio pelo bosque, as brincadeiras de Halloween, um dia na neve, a celebração do Natal e até a experiência de comer melancia juntas. Cada imagem conta uma aventura. O que Dominique mais gosta neste registo a três é o facto de captarem a relação entre mãe e filhas e entre irmãs — uma relação cada vez mais próxima e determinante para as parecenças físicas. Numa das fotografias que partilhou na rede social, Dominique explica que as semelhanças familiares mais importantes são aquelas que surgem por passarem mais tempo juntas. “Qualquer coisa que eu uso, ou qualquer penteado que faço, a Amélia quer fazer o mesmo. Isso também flui para a Penny - todas nos imitamos umas às outras”. Foi em 2016 que #allthatisthree nasceu e se tornou a hastag que acompanha cada fotografia. O que começou como uma ideia de última hora, em que as duas meninas e a mãe usavam roupas semelhantes, rapidamente se tornou algo maior. Por agora, as imitações e as peripécias de três mulheres, que não são muito diferentes, continuam.

Eu acho que