Lista

Vai uma escapadinha? Dez destinos portugueses em ascensão

Estudo realizado pela plataforma Trivago concluiu que os portugueses estão cada vez mais interessados em turismo da natureza

Texto de P3 • 09/05/2017 - 16:19

Distribuir

Imprimir

//

A A

Portugal, diz-se, está na moda. E a verdade é que os portugueses parecem estar cada vez mais interessados no turismo nacional, principalmente no rural e de natureza. Nos últimos dois anos, localidades anteriormente pouco procuradas e conhecidas no meio turístico, como Ferreira do Zêzere, Odeceixe e Abrantes, tiveram um significativo aumento de procura.

 

É pelo menos esta a conclusão de um estudo realizado pela plataforma Trivago, que analisou o crescimento percentual nos últimos dois anos do número de pesquisas para os destinos portugueses, tendo como base os quatro milhões de pesquisas realizadas todos os dias no serviço de comparação de preços. A principal descoberta? Como se pode ler no site do motor de busca: “Dez locais magníficos que representam de forma ímpar a profunda riqueza da Natureza e Cultura em Portugal, (...) fantásticos para aproveitar o melhor do turismo rural.” Da lista destes dez destinos em ascensão constam ainda duas praias. 

 

Ferreira do Zêzere


Ferreira do Zêzere, o destino em que a procura mais cresceu entre 2015 e 2017 (70%), representa agora um ponto de referência do turismo nacional e, segundo a Trivago, “há várias razões que explicam este fenómeno”. Os vales e o Lago Azul, as paisagens de Dornes e a albufeira de Castelo de Bode, o geocaching e o wakeboard são apenas alguns.

 

Odeceixe

Foto: Gyduxa/Flickr


No segundo lugar da tabela encontra-se Odeceixe, com um aumento de 56% nas procuras últimos dois anos. Situado no limite do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, o seu rio é a fronteira natural que separa o Algarve das terras alentejanas.

 

Abrantes


Dinamismo: é uma só palavra, mas suficiente para justificar que a cidade de Abrantes tenha sido premiada com a medalha de bronze nesta tabela, com uma evolução de 55%. A arquitectura do centro histórico, o Castelo e o seu jardim, os miradouros, a vista sobre o Tejo, a arte e a cultura são algumas das recomendações da Trivago.

 

Arcos de Valdevez


O destino mais nortenho da lista localiza-se no Parque Nacional da Peneda-Gerês e teve um crescimento de procura de 52%. “Motivos para ir não faltam” e a Trivago enumera os seguintes: as margens do Vez, a arquitectura, as pontes, igrejas e vários monumentos e o Santuário da Nossa Senhora da Peneda.

 

Arrifana

Foto: David van der Mark/Flickr


A fechar o top cinco, a aldeia piscatória da Arrifana tem vista, a sul, para a baía e para a praia do Vale Figueiras até ao Pontal da Carrapateira e, a norte, para o campo, para os montes e vales. Uma fusão do campo e praia fizeram com que este destino tivesse um crescimento de 50%.

 

Porto de Mós


Fica entre Leiria e Alcobaça e é “conhecido pela sua beleza natural”. Porto de Mós teve uma evolução de 50% em termos de procura turística. As grutas de Mira de Aire, a Fórnea, o Moinho de Alqueidão da Serra, o Miradouro Jurássico e o Castelo são alguns dos motivos para visitar Porto de Mós.

 

Mirandela


Gastronomia, cultura, natureza, passeios, festas e romarias são algumas das ofertas que podemos encontrar em Mirandela, “para experienciar o melhor da vida”. Por este motivo, encontra-se na 7.º posição do estudo, com um crescimento de 47%.

 

Vila Verde


Vila Verde destaca-se graças ao artesanato: os típicos lenços dos namorados, os artigos em linho, tecelagem em trapos, miniaturas e brinquedos em madeira, instrumentos musicais, olaria e cerâmica contribuíram para uma ascensão de procura de 46%. Mas, para quem prefere natureza, é possível passear nas margens dos rios Cávado e Homem, ir à pesca ou à praia ou fazer canoagem.

 

Vila Nova de Foz Côa


Com um crescimento de 40%, Vila Nova de Foz Côa, situada no Alto Douro Vinhateiro e nomeada Património da Humanidade pela UNESCO, oferece uma vista previligiada sobre o Douro — são oito os miradouros para visitar.

 

Golegã


Última, mas não menos importante, a Golegã é um destino para os verdadeiros amantes da natureza e teve uma evolução de 40% nos últimos dois anos. Considerada Reserva da Biosfera pela UNESCO, é conhecida pelas paisagens e pela existência de diversas espécies de animais. A Reserva Natural do Paúl do Boquilobo e a Feira do Cavalo são também motivos mencionados pela Trivago para visitar esta zona.

Voltar ao topo

|

Corrige
Eu acho que