Steven Lewis/Unsplash

Concurso

Queres conhecer o teu ADN e viajar até às tuas origens?

A primeira edição foi um sucesso e por isso a momondo volta para mais uma ronda. The DNA Journey 2017 dá oportunidade a pessoas de 20 países, Portugal incluído, de descobrirem as suas raízes

Texto de Andreia Marques Pereira • 06/04/2017 - 12:13

Distribuir

Imprimir

//

A A

Em Fevereiro de 2017 Manuel Maqueo Martínez, mexicano de 27 anos, visitou Portugal pela primeira vez. Não veio à toa, veio com uma missão: descobrir as suas raízes portuguesas. Assim, passeou por Lisboa, pelo Porto mas o seu destino principal era Pereira, freguesia de Barcelos – o seu bisavô era português, o sobrenome da mãe Pereira.

 

Foi uma das muitas paragens de um périplo que o levará pelos cinco continentes. Afinal, as suas raízes estão entranhadas em cada um deles, o que parece confirmar a génese do concurso The momondo DNA Journey, que ele venceu a nível internacional. “Começámos o projecto The DNA Journey porque queremos que as pessoas percebam que são mais as coisas que nos unem do que as que nos separam”, explicam no site.

 

“O nosso ADN revela tanto sobre as nossas origens. A maioria de nós tem muito mais diversidade e muito mais em comum com pessoas de outros países do que alguma vez poderíamos ter imaginado.” Foi tal o êxito do concurso – veja-se, por exemplo, o vídeo da campanha, que se tornou viral e teve mais de 330 milhões de visualizações em todo o mundo – que a momondo, site de pesquisa de voos e hotéis que tem precisamente como lema “vamos abrir o nosso mundo”, decidiu repetir a iniciativa. Já arrancou a segunda edição, The DNA Journey 2017, e um português ganhará cinco mil euros para viajar pelos países identificados no seu ADN – um regresso às origens mais ou menos longínquas.

 

Ao contrário da primeira edição, em que houve um prémio global e prémios locais (em Portugal foi João Narciso, que recebeu dois mil euros para descobrir as origens), em 2017 haverá apenas prémios locais. Ou seja, em cada um dos 20 países escolhidos, haverá um vencedor e cinco mil euros para viajar pelo e através do seu ADN.

 

O concurso desenrola-se em duas fases. A primeira, que decorre entre até 3 de Maio, insta os participantes a responder a uma pergunta: “Como é que vais abrir o mundo através das viagens?” Em apenas 250 caracteres, pouco mais do que um tweet, por exemplo, a criatividade e originalidade serão postas à prova, ao mesmo tempo que se revelará a visão que cada participante tem do mundo. Nesta fase serão seleccionados 75 candidatos que irão receber um kit de ADN para fazerem um teste às suas origens.

 

A segunda fase começa com a recepção, por email, dos resultados do teste. Enquanto estiverem a abrir os resultados e a desvendar as suas origens, os participantes têm que filmar-se – um vídeo com cinco minutos no máximo (aqui e  aqui os do vencedor do ano passado: o editado pela momondo e o original enviado). Será esse vídeo, com todas as reacções e emoções que revele, que definirá o vencedor. Este terá, então, a oportunidade de viajar pela sua herança genética e descobrir o quanto tem em comum com o resto do mundo.

Voltar ao topo

|

Corrige
Eu acho que