Janelas norueguesas como num bairro lisboeta

autoria P3

// data 18/12/2016 - 12:49

// 3417 leituras

O fotógrafo Shivam Thapa compara Rodeløkka, em Oslo, ao Bairro Alto lisboeta. "As casas antigas, de cores diferentes... É impossível não amar Rodeløkka", disse ao P3, em entrevista. O nepalês visitou o bairro em 2016, numa das suas muitas viagens, e descreveu-o como "muito pacífico, idílico para viver". A história de Rodeløkka por pouco não conheceu um revés no início do século XX, aquando a proibição governamental da construção de edifícios em madeira. Devido ao risco de incêndio, muitos edifícios foram, nessa altura, demolidos e substituidos por estruturas em betão. Esta zona da capital norueguesa foi poupada à vaga de demolições graças à invasão das comunidades artística e estudantil norueguesas, que recuperaram os 137 edifícios e conferiram à área um novo estatuto. Graças a esse esforço, Rodeløkka é hoje considerada área protegida pela Direcção Norueguesa da Herança Cultural. O fotógrafo nepalês que fotografou esta curta série, residiu em Lisboa durante 12 anos e vive, desde 2014, em Londres. Começou a fotografar em 2012, apenas para "guardar recordações", mas há dois anos resolveu trocar a fotografia de rua pelo estilo documental. Actualmente frequenta um mestrado na área da Fotografia, em Londres.

Eu acho que