Renato Cruz Santos

Anfitrião

Host: Marta Carvalho (Roller Derby Porto)

Com o Optimus Primavera Sound a caminho, fomos conhecer os vários portos dentro do Porto. Marta Albuquerque, ou Bloodrunner #3.14, fundadora e presidente da Roller Derby Porto (a primeira liga portuguesa do desporto), não nos pôs os patins e mostrou-nos a sua cidade sobre rodas

Texto de P3 • 28/04/2014 - 18:20

Distribuir

Imprimir

//

A A

Uma rua

Adoro a forma como as cidades se reinventam: num minuto ter uma Rua das Flores completamente descaracterizada, e no minuto seguinte ser das ruas mais promissoras da cidade. Por isso, teria que votar nesta em particular, mas haverá tantas outras.

 

Uma loja

Qualquer loja que tenha um "display" de sapatilhas interminável. Sou completamente obcecada com sapatilhas. O conceito da loja Taken, na Rua de Santa Catarina, agrada-me imenso. Para além de se localizar num edifício que só por si me chamaria a ir lá.

 

Um petisco

Empadas da Paparoca.

 

Um café

Candelabro. Tendo ido lá, se calhar, mais vezes para fotografar ou filmar, adoro a forma como a luz acolhe o espaço. Prefiro um Candelabro matinal, no entanto.

 

Um bar/uma discoteca

Festas Garagem no Meia Cave. Um bocadinho de saudosimo nesta minha resposta, visto que esta casa já não existe, mas, para mim, o Porto nunca mais voltou a ter o perfeito triângulo que era Cubo, Aniki-Bobó e Meia Cave. Actualmente, para concertos, continuo a preferir o Hard Club. Não tem a pinta do antigo, mas continua a ter um dos melhores sons da cidade.

 

Um segredo

Subir a ponte de Arrábida e ver o Porto debaixo do tabuleiro, bem lá em cima. Um misto de adrenalina e beleza inexplicável. Não aconselho a ninguém, no entanto… Bastante perigoso.

 

Uma fuga

Nada melhor, e num dia de sol: fazer a travessia até Gaia no barco Flor de Gás.

 

Um "guilty pleasure"

Sushi, seguido da melhor sobremesa de brigadeiro do mundo, no Jesse Sushi Restaurante.

 

Obrigatório

Descer de rodas, com as Porto Derby Girls, a Avenida Brasil. Uma vez por ano, a Roller Derby Porto organiza uma descida da Avenida da Boavista, em rodas, sejam elas patins, skates, bicicletas, trotinetes, carrinhos de rolamentos... Acabamos a descida junto à praia — "priceless"!

 

"After-hours"

Na Paparoca, junto ao rio. Para mim, das melhores zonas da cidade, e uma das melhores confeitarias. Sem grandes pretensiosismos, mas com excelente qualidade.

Voltar ao topo

|

Corrige
Eu acho que