Orienta-te Redes Sociais
Calita Fonseca, mãe, blogger e mais não sei o quê

Calita Fonseca, mãe, blogger e mais não sei o quê

Menina Limão

Menina Limão

Crónica

A televisão é para jogos de futebol e séries da Fox (e para o Baby TV)

"Mas vocês não vêem televisão?", perguntou. "Às vezes, vemos às vezes", respondi. "É que agora temos os blogues, ou melhor, agora temos o Facebook"

Texto de Calita Fonseca • 17/02/2012 - 19:47

Distribuir

Imprimir

//

A A

Soube pela minha mãe que um miúdo de dois anos caiu de um nono andar e sobreviveu. Nem sei quem ficou mais chocada, se eu ao imaginar a cena toda, se ela por eu não saber de um acidente que deu nas notícias. "Mas vocês não vêem televisão?", perguntou. "Às vezes, vemos às vezes", respondi. É que agora temos os blogues, ou melhor, agora temos o Facebook, que é um sítio onde as pessoas são todas amigas e onde ficamos a saber as novidades, mas isso já sabes, mais ou menos, porque também tens Facebook.

 

Mas antes do Facebook, tínhamos os blogues (e uma ou outra rede social de que já ninguém se lembra) e depois ficamos todos sem saber o que fazer com eles e logo a seguir começamos a usar o Facebook para promovê-los, aos blogues. E agora, seja lá o que isso significa em termos espácio-temporais, até temos o bloglovin que é só mais uma ferramenta muito útil (e que naturalmente ninguém sabia que precisava) para seguidores de blogues.

 

E eu como seguidora de blogues (ainda sem bloglovin, até terminar a crónica) também fico chocada quando me dizem que não lêem blogues. Como? Tu não lês um blogue que seja? Mas os blogues são tão… úteis [e a minha mãe num balão em cima da minha cabeça: mas nem as notícias vês na televisão? As notícias são importantes], mostram-nos coisas absolutamente fantásticas de gente que faz, muitas vezes, verdadeiro serviço público. Vai ver o saber fazer, só para dar um exemplo.

 

Quer dizer, eu conto com a Elvira para comer, com esta menina para me surpreender, ou o irmão para me fazer rir e, claro, com gajas com filhos para me sentir melhor. Não sei, não sei mesmo como se pode viver sem blogues. É que até há alguns com muito pouco para ler, e muito para ver (o tumblr dificilmente destronará o blogger e o wordpress, mas está a ganhar terreno): eu não resisto às mamas desta outra menina, por exemplo. E isto tudo sem sair do português de Portugal, com ou sem acordo ortográfico, ou até fotográfico , porque não sou muito boa a línguas.

 

Só mais uma coisinha: abriu recentemente um quarto para gente como nós, o que mostra que ao contrário do que parecia há meia dúzia de anos, quando a febre dos blogues baixou, isto está tudo a começar. Outra vez.

 

Ah, e eu não disse nada disto à minha mãe. Disse-lhe só que a televisão era para jogos de futebol, séries da Fox e para o Baby TV, não por esta ordem.

Eu acho que

Pub

Videoclipe.pt

Audio

Laura quer que as pessoas entrem no atelier dos artistas "com um clique"

Prémio

Bruna Tavares

Investigadora portuguesa desenvolveu um sistema de fusão sensorial que permite ter uma visão mais precisa do estado da rede eléctrica. A ideia é “prevenir...

Mariana ajuda-te a organizar a casa...

The White Room // Mariana Vidal deixou a indústria da moda para se tornar organizadora de espaços...