Unsplash/ rawpixel

Rede social

Esta aplicação escolhe as melhores “hashtags” para as tuas fotografias

A Tagzam analisa a fotografia e, automaticamente, sugere as melhores hashtags baseados no conteúdo da imagem, que fica pronta a publicar em menos de 30 segundos. Aplicação portuguesa é gratuita

Texto de Renata Monteiro • 12/10/2017 - 10:49

Distribuir

Imprimir

//

A A

Numa conversa com Rui Peixoto, André Freitas comentou que já tinha perdido um comboio porque se distraiu a escolher hashtags para uma fotografia. Se os hashtags trouxeram gostos suficientes para compensar a perda da viagem não o  sabemos, mas a verdade é que despertaram uma ideia que os amigos transformaram numa aplicação, no início de 2017.

 

Chama-se Tagzam (uma espécie de Shazam com imagens) e escolhe, automaticamente, os melhores hashtags para a tua fotografia. “Funciona através de reconhecimento de imagem” e demora “cerca de 30 segundos” a apresentar uma lista de etiquetas relacionada com “tudo o que se passa na imagem”, explica Rui Peixoto, 26 anos. Noutras apps semelhantes é possível escolher apenas através de categorias (#comida, #família, #amor, por exemplo).

 

O processo é simples: abre-se a fotografia na Tagzam, seleccionam-se e copiam-se as hashtags a partir de uma lista de sugestões e, quando se partilhar a fotografia, colam-se as etiquetas escolhidas. Para quem não quiser perder tempo (ou comboios) na selecção é só clicar num botão que elege automaticamente 30 hashtags. Em ambas as opções é provável que não escapes da #love, a etiqueta “mais sugerida”, confessa Rui.

 

Os fundadores — que já tiveram uma aventura com outra app, a NearUS, “a primeira aplicação do mundo a usar a localização dos dispositivos para permitir comunicações anónimas e promover a interactividade em eventos” — estão convencidos de que a app pode ajudar a “trazer mais seguidores”. Até porque, repararam, quem a usa uma vez “tem tendência a voltar a usar”.

 

Os próximos passos do grupo passam por permitir o “cruzamento de dados de localização com ranking de hashtags para potenciar o alcance da publicação”, bem como criar uma plataforma para agregar perfis de influenciadores digitais que as marcas podem depois escolher na promoção de produtos, adianta Rui.

 

A aplicação gratuita funciona “para todas as redes sociais” e está disponível para iOS e, desde há três semanas, também Android. Já foi descarregada cerca de 3800 vezes na AppStore e a equipa, dividida entre Barcelos e Amesterdão, cresceu com a entrada de Jorge Cunha, engenheiro informático de Braga.

Voltar ao topo

|

Corrige
Eu acho que