Fotografia

O mais doloroso adeus

A Lilly foi a primeira companhia e “o primeiro amor” de quatro patas de Jasmina Lozar. “Quando a adoptei tinha agressivos ataques de asma e ela levava-me em longas caminhadas todos os dias — curou-me”, confessou Jasmine. Em pouco tempo deixou de precisar dos habituais medicamentos, voltou a respirar normalmente e ganhou “uma melhor amiga para toda a vida”. Mas Lilly estava doente: a luta começou em 2016 e foi nessa altura que Jasmina decidiu registar os momentos da sua melhor amiga, com a esperança de olhar para as fotografias e ver o processo de recuperação. “Ninguém sabia o que ela tinha, todos os dias eram uma luta e ela nunca desistiu”, explica. “Só quando morreu é que descobrimos que tinha cancro no fígado”, revela Jasmina. A esperança foi substituída pela dor. “[As fotos] que eu esperava que mostrassem a recuperação da Lilly acabaram por registar o meu mais doloroso adeus."

Texto de P3 created; ?> •