Orienta-te Redes Sociais

Estamos no Polaroid Park

autoria Fábrica do Braço de Prata

// data 05/06/2013 - 17:11

// 16388 leituras

Por um instante regressamos "a um passado que agora nos parece distante, mas ainda pleno de significado". Esse passado — o passado Polaroid — está mesmo distante. E esse significado resiste. Voltamos a "um tempo em que uma imagem era construída e revelada por um processo quase mágico". Estamos no Polaroid Park, exposição com curadoria de João Miguel Baptista, que recentemente passou pela Fábrica do Braço de Prata, em Lisboa (estará em Setembro no Auditório Augusto Cabrita, no Barreiro), e que reúne fotografias instantâneas de 17 autores. "Contemplemos um fragmento imediato da realidade, palpável e testemunhal. A estranheza da cor."

Eu acho que