Orienta-te Redes Sociais

Descansem, Taylor já não volta à Serra Leoa

autoria Reuters

// data 29/04/2012 - 18:44

// 17149 leituras

Sulaiman Conteh deixou-se fotografar diante do seu quiosque vazio, numa terra mortificada pela guerra e pelos senhores que a fizeram sem escrúpulos nem limites. Em Haia, Charles Taylor, o mais sombrio de todos eles, foi declarado culpado por um tribunal internacional. Decisão única, cuja sentença ainda não é conhecida, para um caso único de violência e de sadismo. O antigo presidente da Libéria é o primeiro ex-chefe de Estado a ser alvo de uma condenação internacional desde os julgamentos de Nuremberga. Taylor e o seu rasto de sangue - 11 anos de conflito geraram 50 mil mortos - vão muito para lá de qualquer ficção. Chamarem Freetown à capital deste país da costa ocidental africana talvez agora possa fazer algum sentido. Algum.

Eu acho que