Orienta-te Redes Sociais
Estrutura principal do edifício seria composta por vigas de madeira laminadas

Estrutura principal do edifício seria composta por vigas de madeira laminadas DR

DR

Um arranha-céus de madeira com 30 pisos? É possível, diz arquitecto canadiano

Canadá

Um arranha-céus de 30 pisos em madeira? É possível, diz arquitecto canadiano

O edifício foi pensado para Vancouver, no Canadá, e quer fazer da madeira um material comum na construção de edifícios em altura

Texto de Mariana Correia Pinto • 28/03/2012 - 20:03

Distribuir

Imprimir

//

A A

Para já está apenas no papel, mas, se for construído, será provavelmente o arranha-céus mais sustentável da história. A culpa é do arquitecto canadiano Michael Green, que projectou uma torre de madeira com 30 andares.

 

Um estudo canadiano - “O caso do edifício Tall Wood – como é que um aglomerado de madeira oferece uma alternativa segura, económica e amiga do ambiente para estruturas de edifícios altos” – tenta mostrar que a madeira pode ser uma alternativa segura e sustentável também para construções em altura.

 

“No último século não houve razões para deixar de usar o aço e betão como materiais essenciais para construir edifícios altos. A alteração do clima pede-nos agora que o façamos”, escreve Michael Green no documento.

 

Uma boa opção no Canadá

A estrutura principal do edifício seria composta por vigas de madeira laminadas (Laminated Veneer Lumber), conjugadas com fibras de madeira colocadas sob pressão que, num determinada ângulo, garantem a solidez do edifício, projectado para a cidade de Vancouver, no Canadá, país que, pela vasta área florestal que tem, poderia ter na madeira um material privilegiado para a construção.

 

Os receios de que a madeira possa ser menos segura e funcionar como um atrativo para incêndios é infundada, garante o arquitecto, que fala de uma torre “mais segura do que em aço”.

 

“O potencial mercado para estas ideias é enorme. As soluções propostas têm potencial para revolucionar a indústria da construção civil, resolver os principais desafios das alterações climáticas, urbanizaçãoo e desenvolvimento sustentável e contribuir significativamente para a necessidade de construção de habitação no mundo”, lê-se no estudo.

 

O gabinete de arquitectura Michael Green foi responsável por projectos como o aeroporto de Ottawa e de Vancouver e o Rennie Gallery, em também em Vancouver.

Eu acho que

Pub

Videoclipe.pt
Videoclipe.pt

Audio

Laura quer que as pessoas entrem no atelier dos artistas "com um clique"

Fotografia

João Botas gosta de fotografar pessoas. E de conhecer pessoas. Fotógrafo autodidacta, de 33 anos, especializou-se, lá está, em retrato, ramo em que concentra...

As mulheres de verdade têm pêlos,...

Livro // Há cerca de dois anos, num qualquer dia quentes de Primavera, Rocío Salazar...