Street Art

Salvaram um Banksy

Uma obra de Banksy ia ser destruída, mas foi salva. Agora encontra-se em exposição na baixa de Toronto

Texto de Diana Barros • 17/02/2017 - 14:03

Distribuir

Imprimir

//

A A

Uma obra de Banksy estava pintada num edifício que foi demolido e agora está em exposição. A obra conhecida por "Guard with the balloon dog" – ou "Guarda com o cão balão" – estava pintada nas paredes de um edifício administrativo que foi demolido em 2011. O edifício foi destruído, mas o Banksy que se encontrava nas paredes não.

 

O graffiti foi cuidadosamente retirado da parede e encontra-se agora em exposição no centro de Toronto, no PATH. A obra de Banksy está avaliada em 850 mil dólares, cerca de 800 mil euros. O PATH é um corredor subterrâneo pedestre que se estende ao longo de 30 quilómetros. Tem lojas, acesso a alguns dos mais importantes edifícios da cidade, seis estações de metro e agora um Banksy.

 

Além do graffiti de Banksy, no PATH de Toronto está também uma instalação chamada Speculum. A instalação foi criada por Johnson Chou e ao mesmo tempo que proteje a obra também permite a sua acessibilidade para que todos a possam ver.

 

Em 2010, Banksy visitou a cidade de Toronto e pintou sete obras, mas "Guard with the balloon dog" será tudo que resta da visita. A obra que agora se encontra exposta no PATH de Toronto terá sido a única marca da passagem de Banksy na cidade que não foi destruída. As outras terão sido consideradas vandalismo e por isso foram repintadas.

 

A Menkes, empresa responsável pela demolição do edifício onde o graffiti the Bansky foi pintado, é responsável pela obra ter sido salva. Sobre salvar o Banksy o vice-presidente do Menkes, disse à CBC News: "Originalmente foi feito para o público. Então pensamos, porque não salvá-lo? Porque não dá-lo de volta ao público? E foi isso que fizemos aqui."

 

Banksy é conhecido pelo seu trabalho anti-capital e anti-sistema. Questionado pela The globe and mail sobre se Banksy gostaria de ver o seu trabalho exposto por uma grande empresa, Menkes responde "no minímo ele tem que apreciar que a cidade esteja satisfeita com poder ver o seu trabalho, não está numa colecção privada, estamos a devolvê-lo à cidade."

Voltar ao topo

|

Corrige
Eu acho que