Etiópia: retratos de um país virado para o futuro

autoria Ana Marques Maia

// data 11/12/2017 - 16:47

// 3072 leituras

Munido apenas de um iPhone e de um olhar incisivo, o etíope Girma Berta percorre a vibrante azáfama das ruas de Addis-Abeba como um caçador em busca de presa. Sem excepção, aponta mira ao cidadão comum da grande metrópole africana, aquele cuja vida não faz (nem fará) história, e, sem hesitação, dispara. Para sempre, aquele que atingiu será cativo da série fotográfica Moving Shadows, que deu origem, recentemente, ao fotolivro homónimo.

 

O jovem Berta é um assumido amante da cor. Gosta de arte, de manipular imagens e de contar histórias. A junção dos seus vários interesses resultou num tipo de linguagem particular, que funde a fotografia de rua com a arte digital. “A primeira imagem do projecto foi fruto de um acaso”, explicou à revista Platform. “Tratava-se de uma fotografia que continha duas mulheres a caminhar, lado a lado. Adorava as mulheres, mas tudo o que estava à volta era demasiado ruidoso, distractivo. Comecei a tentar solucionar o problema. Tentei isolar as duas mulheres e transfigurar o contexto, manipulando-o digitalmente. Insisti até obter uma solução com que me sentisse satisfeito. E assim nasceu.”

 

O artista autodidacta criou, então, a hashtag #streetsofaddis para difundir as imagens, ao mesmo tempo que as partilhava na sua conta de Instagram, @gboxcreative. Nelas constam, segundo o jovem, “tudo o que há de belo, de torpe e de tudo o que está entremeio” na capital da Etiópia. “A maioria das fotografias que foram criadas no passado passa a imagem de um país turístico e pobre”, disse à revista OkayAfrica. Com Moving Shadows, Berta pretende desconstruir essa reflexo e revelar um país moderno, cada vez mais desenvolvido e observador de si mesmo.

 

O projecto já conheceu publicação no jornal The Guardian, no Huffington Post e no blogue oficial do Instagram; já foi exposto em três continentes e financiado pela Getty Images, que lhe atribuiu uma bolsa no ano de 2016. Actualmente, Berta Girma tem mais de 30 mil seguidores no Instagram.

 

Eu acho que