DR

Mostra

Odemira: vamos ver as montras da aldeia de São Luís?

Mostra de Artistas e Artesãos vai acontecer nas montras de lojas da aldeia de São Luís, em Odemira, Beja. Este fim-de-semana também há animação nas ruas

Texto de Lusa • 11/08/2017 - 15:33

Distribuir

Imprimir

//

A A

As artes vão "ocupar" as montras de lojas da aldeia de São Luís, em Odemira, Beja, a partir de sábado, durante uma Mostra de Artistas e Artesãos, promovida para destacar o pulsar artístico da região.

 

Além da decoração única das montras de lojas, no sábado e no domingo, as ruas do Comércio e da Igreja da aldeia de São Luís, no concelho de Odemira, distrito de Beja, convertem-se num "centro artístico" com instalações artísticas, artes plásticas, fotografia, arte contemporânea, artesanato, design de moda, arquitectura, música, teatro e dança.

 

Nos dois dias, entre as 18h00 e as 24h00, as duas ruas são fechadas ao trânsito para receber a comunidade local e os visitantes, que podem jantar ao ar livre e aproveitar para assistir a performances, concertos e animação de rua. Anabela Mansos e Flora Dolores, Ana Baleia, Stephan Thielsch, Anette Worner, Dominik Jasinski e Miguel Peixinho são alguns dos muitos artistas residentes na freguesia de São Luís que participam na 3.ª edição da mostra.

 

Além dos artistas locais, há convidados ligados ao concelho de Odemira que participam no evento, mas também outros, mais conhecidos a nível nacional, como a artista plástica Joana Vasconcelos e a coreógrafa Vera Mantero. O programa arranca no sábado, às 18h00, com a revelação das montras, que ficam expostas até ao dia 8 de Setembro, e um espectáculo de equitação artística, continuando depois, até às 24h00, com concertos, teatro de marionetas, performances e dança.

 

No domingo, a animação começa à mesma hora, com uma mostra de artesanato e de produtos locais, exposições de pintura e instalações artísticas. A iniciativa é promovida pelo movimento Transição São Luís, que envolve de forma colaborativa várias entidades da comunidade local, como a Casa do Povo, a Cultivamos Cultura, o grupo Três em Pipa e a Oficina/GAIA Alentejo, e conta com o apoio da junta de freguesia e da Câmara Municipal de Odemira.

Voltar ao topo

|

Corrige
Eu acho que