Festival

É com cultura que se corta a fita da nova praça de Campolide

A 5.ª Edição do Trampolim Gerador está em Campolide no próximo domingo com várias iniciativas culturais de acesso livre

Texto de Joana Ferreira • 13/07/2017 - 13:02

Distribuir

Imprimir

//

A A

A 5.ª edição do Trampolim Gerador promete colocar os lisboetas a rumar a Campolide ao mesmo tempo que destaca a cultura portuguesa. O cartaz, que conta com actividades desde as 16h até à meia-noite de domingo, inclui sessões de poesia, uma mostra de curtas-metragens, uma visita guiad aà freguesia e uma sessão de biblioterapia, no Auditório da Junta, com Teresa Nicolau.

 

A nova edição deste projecto do Gerador traz este ano uma novidade: a 1.ª edição do “Bike Arte LX” com exposições com obras de artistas portugueses e brasileiros. Existirá ainda uma oficina para o conserto de bicicletas e a exibição de um documentário acerca da afirmação das bicicletas nas grandes cidades mundiais. Criado em São Paulo, o Bike Arte é um festival urbano, ao ar livre, que interliga arte com bicicletas.

 

Os eventos do Gerador estarão distribuídos por 11 locais diferentes de Campolide, como o Quiosque da Praça, o Auditório da Junta, o Palácio de Laguares e o Parque Infantil. Entre os convidados estão Fernando Alvim, humorista que será o responsável pelo “Mete Discos Alvim” às 22h30, e Samuel Úria, músico que estará presente às 20h30 no Palácio de Laguares. Será feito o lançamento de Descriminação Invisível, o primeiro livro ilustrado de Ana Filipa Olímpio, ao qual se seguirá um debate acerca do tema.

 

Para além das actividades com horário definido ao longo de todo o dia de domingo, existirão outras permanentes, como a exposição de pintura da Universidade Sénior de Campolide, no Auditório da Junta de Freguesia, a exposição fotográfica “A nossa Campolide” de Dinis Coelho e a exposição “Contando Ecos”, de Andreia Mayer.

 

O Gerador, plataforma “de acção e comunicação para a cultura portuguesa”, organizou esta iniciativa em conjunto com a Junta de Freguesia de Campolide e a Câmara Municipal de Lisboa. O acesso é gratuito, de forma a “tornar os vários tipos de manifestações culturais acessíveis a todos os cidadãos”, lê-se no comunicado do grupo. André Couto, presidente da Junta de Freguesia de Campolide, referiu no site da junta que “não há melhor forma de devolver uma praça aos seus habitantes do que festejar com cultura portuguesa, da música à gastronomia, durante um dia inteiro".

 

A renovada Rua de Campolide, agora como uma nova centralidade, é uma das que foi intervencionada no âmbito do projecto “Uma Praça em cada Bairro”, da Câmara Municipal de Lisboa. As obras visaram garantir uma melhor circulação pedonal, com o aumento dos passeios junto às actividades comerciais, regular o trânsito e criar mais zonas verdes. Foram instaladas novas infra-estruturas como um parque infantil, um quiosque, esplanadas, uma praça de água e o terminal do eléctrico 24, que será reactivado. O programa camarário abrange 32 praças, das quais oito já viram as suas obras concluídas.

 

A iniciativa Trampolim Gerador começou em 2015, no Largo de São Paulo, e já passou pelo Lumiar, a Mouraria a Praça do Príncipe Real e a Praça das Flores. Nesta edição será lançada a revista bimestral do Gerador, com o tema “Laurear a Pevide”.

 

Texto editado por Ana Fernandes

Voltar ao topo

|

Corrige
Eu acho que