João Tuna

Porto

Teatro para incluir todos — até os mais barulhentos

Fã é um musical infanto-juvenil com interpretação dos Clã. Sessão de 22 de Janeiro terá ambiente “mais informal” e “maior liberdade para movimentações e ruído”, no Teatro Carlos Alberto

Texto de P3 • 16/01/2017 - 19:06

Distribuir

Imprimir

//

A A

Ir ao teatro não tem de ser sinónimo de um ambiente formal, acreditam os responsáveis pelo Teatro Nacional São João (TNSJ), e a peça quer provar isso mesmo. O musical infanto-juvenil quer atrair famílias com crianças pequenas ou “com défice de atenção, pessoas com deficiência intelectual, condições do espectro do autismo ou qualquer deficiência sensorial, social ou de comunicação”.

 

Em comunicada, o TNSJ esclarece que a ideia é que a peça acolha uma “maior liberdade para movimentações e ruído”, num ambiente “mais informação”. Ir ao teatro, lê-se, não tem de significar “ansiedade para estes públicos”. Antes “prazer”.

 

— com encenação de Nuno Carinhas, libreto de Regina Guimarães e interpretação dos Clã — está em cena no Teatro Carlos Alberto até 29 de Janeiro e, no dia 22, pelas 16horas, a sessão será “descontraída”. O espectáculo, com bilhetes a 10 euros para adultos e a 5 para crianças, aborda questões como “a perda do medo e as múltiplas formas de beleza”. Está indicado para crianças maiores de seis anos e tem duração aproximada de uma hora.

 

A 29 de Janeiro, também pelas 16 horas, Fã terá ainda uma sessão com interpretação em língua gestual portuguesa — cujo serviço teve início no fim de 2016 — e áudio-descrição.

Voltar ao topo

|

Corrige
Eu acho que