Orienta-te Redes Sociais
O antigo estádio 1º de Maio oferece salas de ensaio "low cost" às bandas da cida

A autarquia oferece salas de ensaio "low cost" às bandas da cidade no antigo estádio 1º de Maio Adriano Miranda/Arquivo

Luís Fernandes, dos peixe:avião, vai ser co-responsável pela programação do Semi

Luís Fernandes, dos peixe:avião, vai ser novamente co-responsável pela programação do Semibreve Lara Jacinto/nFactos

Hugo Loureiro, coodernador de programação do Theatro Circo

Hugo Loureiro, do Theatro Circo, está preocupado com a ressaca que pode recair sobre Braga em 2013 Lara Jacinto/nFactos

Audio

Luís Fernandes tem dúvidas sobre a validade do investimento em grandes concertos de bandas como os Pearl Jam durante Braga 2012

Braga 2012

Bandas de Braga voltam a sair da garagem

Autarquia vai retomar projecto "À Sombra de Deus", editando novo volume do álbum que mostra a música feita pelos jovens da cidade. Concerto dos Pearl Jam ainda por confirmar

Texto de Andréia Azevedo Soares • 06/01/2012 - 11:29

Distribuir

Imprimir

//

A A

A abertura da Braga 2012 Capital Europeia da Juventude está agendada para o dia 14 de Janeiro, mas parte da programação do evento já vai ser apresentada no sábado. Ainda não há certezas absolutas sobre a vinda dos Pearl Jam a Braga durante o Verão, sublinhou a organização, mas existem iniciativas que já estão confirmadas. Uma delas é a edição de um novo volume da colectânea “À Sombra de Deus”.

 

"À Sombra de Deus" é um álbum que pretende ser uma selecção do melhor que as bandas de garagem bracarenses andam a tocar. O primeiro volume da colectânea saiu em 1989 e incluía um tema dos Mão Morta. Cinco anos depois, a Câmara Municipal de Braga editou o segundo volume. E, depois, ficou tudo suspenso. Até agora.

 

Até Julho de 2012, vai ter lugar um concurso de bandas e a definição dos vencedores. Só então terá início a produção do álbum, que deverá, em princípio, ser publicado até ao final do ano. Não há datas precisas. Sofia Mateus, assessora de comunicação da Braga 2012, explica que parte do calendário ainda está por definir, para que não haja um “’clash’ directo com [a agenda] dos festivais de Verão ou de Guimarães 2012”.

 

Pearl Jam, FMI, Extreme e Semibreve

A música é uma aposta da Capital da Juventude. Segundo a organização da Braga 2012, está confirmada a segunda edição Semibreve, festival de artes digitais e música electrónica organizado por Miguiel Pedro e António Rafael, dos Mão Morta, e Luís Fernandes, guitarrista dos peixe:avião e o homem por trás do projecto The Astroboy. Estão ainda previstos os festivais Rock Tha Park, vocacionado para novos grupos de rock, FMI (Festival de Música Independente) e Bracara Extreme.

 

De Março a Novembro, a autarquia vai promover ainda a iniciativa "Música fora do sítio", que consiste em apontamentos culturais em lugares improváveis, como um parque de estacionamento, jardins e escolas. Outra actividade prevista, esta já dedicada à linguagem multimédia, é o festival "Curtas de Bolso", durante o qual vão ser exibidas curtas filmadas unicamente com o telemóvel.

 

No que toca à actuação da banda norte-americana Pearl Jam, em resultado de uma possível parceria com a MTV, o vereador Hugo Pires sustenta que "não há nada confirmado". As negociações entre a autarquia e a MTV ainda estão a decorrer, segundo a mesma fonte. Esta operação, a concretizar-se, custaria 1,5 milhões de euros aos cofres municipais e implicaria apoios comunitários no âmbito de um Projecto Integrado de Turismo, adiantou o PÚBLICO.

 

Esta opção de programação não está livre de críticas - Luís Fernandes, por exemplo, acha que o montante seria melhor empregue na promoção e formação dos artistas bracarenses (ouve ficheiro de áudio à esquerda). O músico também acredita que há equipamentos como o Theatro Circo, o espaço histórico reaberto com enorme pujança em 2006, cuja programação tem sofrido uma quebra quantitativa e qualitativa. Por outras palavras, há alternativas às bandas norte-americanas de massa se a intenção for investir em Braga.

 

Hugo Loureiro, 32 anos, coordenador da programação do Theatro Circo, recorda que o equipamento tem funcionado com menos recursos financeiros e humanos - e, ainda assim, registou "um aumento significativo de público em 2011". Durante 2012, a lógica da programação do Circo será de "complementaridade" em relação aos eventos que decorrem tanto na cidade como em Guimarães.

 

"Temos a esperança de captar públicos que não estão cá habitualmente", diz ao P3 Hugo Loureiro, que nutre alguma preocupação em relação à ressaca cultural que pode recair sobre Braga em 2013, quando tudo chegar ao fim.

 

GeNeRation só em meados de 2012

Quando Braga 2012 chegar ao fim, haverá pelo menos um equipamento que continuará como uma herança tangível da Capital Europeia da Juventude: o GeNeRation, um centro de criação artística e de indústrias criativas que vai ser liderado pela directora artística Angela Ferreira. Ângela acredita que vai ser "um ano extraodinário" para a cidade, marcado pela "opção de se transformar o antigo quartel da GNR num novo centro criativo".  

 

Também o GeNeRation integra a estratégia da Braga 2012 de atrair jovens para o centro histórico. “Se houver jovens a trabalhar no GeNeRation eles provavelmente quererão morar no centro histórico”, diz Hugo Pires, vereador do Urbanismo e presidente da fundação responsável pela Capital Europeia da Juventude. “Esta lógica de contaminação é muito importante”, diz o autarca.

 

 O equipamento inclui ainda restaurante, café,  lojas e um centro de empeendedorismo. O GeNeRation implica um investimento de 2,1 milhões de euros e tem conclusão prevista pra meados de 2012. (Um outro possível legado é a Pousada da Juventude, cuja concretização depende de fundos comunitários que ainda não foram aprovados.)

Eu acho que

Pub

Videoclipe.pt

Vídeo

Desde 2000, estima-se que dez mil crianças palestinianas tenham sido detidas pelo exército israelita. A cada 12 horas, uma será detida, interrogada, processada...

O que une e separa todos os irmãos do...

Fotografia // Quando falamos de irmãos, a palavra partilhar torna-se praticamente obrigatória...