Festival

Vai haver Basqueiral em Santa Maria de Lamas

Nos dias 15 e 16 de Junho, a vila de Santa Maria de Lamas vai ser o palco do Basqueiral, o festival de música urbana que pretende divulgar projectos emergentes

Texto de Linda Melo • 14/06/2018 - 16:09

Distribuir

Imprimir

//

A A

Integrada na programação da Capital da Cultura do Eixo Atlântico, que este ano é Santa Maria da Feira, a segunda edição do Basqueiral traz 15 artistas nacionais e internacionais à pequena vila de Santa Maria de Lamas, de 15 a 16 de Junho. A electrónica, o rock, o indie, o punk, o metal, a world music e o hip-hop são o foco do festival, com nomes como First Breath After Coma, Scúru Fitchádu, Killimanjaro, 10 000 Russos e Stone Dead.

 

A premissa é a divulgação da música nacional alternativa, explica Rui Canastro da organização, em declarações ao P3: “Existem muitos projectos que não têm merecido a atenção dos holofotes e o festival nasce da ideia de explorar este nicho.” Ao mesmo tempo, o Basqueiral tenta preencher “um vazio de festivais de Verão” no distrito de Aveiro. A organização apostou nos projectos locais e três dos 15 projectos musicais que compõem o cartaz são do concelho de Santa Maria da Feira, como é o caso do grupo de percussão Ritmare, composto por 40 alunos do Colégio de Santa Maria de Lamas.

 

Nesta segunda edição triplicou o número de artistas e de palcos. A música vai passar pelos jardins do Parque de Santa Maria de Lamas, pela Igreja e pelo museu da vila, também conhecido como Museu da Cortiça, que, para além dos concertos, vai acolher 11 instalações artísticas interactivas. Trata-se de uma curadoria da Companhia Persona, com a colaboração das turmas de multimédia, artes e electrónica do Colégio de Santa Maria de Lamas.

 

“Queremos envolver a comunidade no festival, que as pessoas interajam com a arte e descubram os recantos do parque”, afirma Rui Canastro. Os festivaleiros podem, assim, visitar gratuitamente quatro salas do museu, que tem uma das maiores colecções de arte sacra do país. Na edição de 2018 estreia-se ainda o Basqueiral Júnior, um espaço especialmente dedicado aos mais novos, com oficinas de criação de instrumentos musicais com materiais reciclados, pinturas faciais e um mini palco.

 

O concerto inaugural do Basqueiral é aberto a toda a população, na sexta-feira às 21h15 na igreja de Santa Maria de Lamas, com a música tradicional portuguesa d’O Gajo. Na zona de restauração vai também ser possível assistir à transmissão do jogo Portugal – Espanha, no dia 15, às 19h. Este ano, a organização espera receber cerca de 1500 visitantes. Os passes para os dois dias estão à venda por 15 euros, mas no dia é possível comprar bilhete diário por 10 euros. As portas abrem às 17h na sexta-feira e às 15h no sábado.

Voltar ao topo

|

Corrige
Eu acho que