O vídeo do Filipe Pinto que devia ser escondido

autoria João Nuno Brochado

// data 22/04/2017 - 12:17

// 84480 leituras

Nesta “galeria digital” do P3 expomos um videoclipe por semana, dos que são adicionados pelas pessoas em VIDEOCLIPE.PT, o que obriga por vezes a escolhas difíceis. A opção óbvia seria o último dos The Gift porque, não sendo muito criativo (apesar de uma deliciosa ironia referencial), tem mais piada, tem um tema dance-pop irresistível, enfim, seria a melhor escolha. Mas apesar do conceito ser do Paulo Costa Pinto (autor do anterior arrojo da banda), foi concretizado por uma equipa brasileira. Enquanto o deste “Amor Tem Si” para Filipe Pinto provém da portuense Cimbalino Filmes, que anda a criar audiovisuais há 10 anos — estando sediada a norte, é obra! Embora o músico assuma que fez um desafio formal ao realizador João Nuno Brochado, o de rodar o vídeo num só plano contínuo (aqui em travelling lateral), falta-lhe aquele engenho criativo das suas referências internacionais, ou mesmo de uma nacional, como este dos Clã. No entanto, há nele uma graça indiscutível que “casa” na perfeição com a pop singela de refrão radioso deste jovem cantautor (já com um segundo álbum “E Tudo Gira”). Apetece até dizer: meu deus, como é ninguém se tinha lembrado de usar este cenário assim?! Fosse isto em Cascais ou na Caparica, e não na Costa Nova, a história era outra. Só por isso, parabéns aos autores. E um recado: escondam este vídeo de um olhar internacional, porque eles passam-se com esta pérola cenográfica. Ou então partilhem, mas não digam que isto é Portugal.

 

Texto escrito segundo o novo Acordo Ortográfico, a pedido do autor.

Eu acho que