A delirante aventura dos Memória de Peixe

A engenhoca musical operada pela dupla Miguel Nicolau (guitarra vitaminada) e Marco Franco (bateria fervilhante) debutava em 2012 e debitava sons suscetíveis de maravilhar e resgatar recordações aprazíveis. Os Memória de Peixe agora lembraram-se (estamos a jogar com os termos, é claro!) de criar um universo mitológico e espacial que injeta uma dose de delírio e fantasia concetual ao seu submergível musical. Este, na verdade, já era caraterizado por um jogo de intricados ritmos e camadas melódicas de guitarras borbulhantes, mas a jogatana subiu agora um nível mais desafiante de jazz-rock-alternativo. Por isso, com autoria do guitarrista, chegou à plataforma VIDEOCLIPE.PT este videoclipe de apresentação que encena uma alucinante aventura em narrativa de videojogo, na qual a dupla resgata em “Arcadia Garden” (nome do tema) a personagem central de todo o universo do álbum: Himiko, um “peixe-voador” inspirado na cultura popular japonesa. Há dois meses aqui explicámos o problema no desenlace duma narrativa videomusical algo semelhante, porque os videoclipes navegam num cosmos que requer moedas “sócio-digitais” para alcançar essas galáxias fecebokianas, mas não deixa de ter o seu encanto toda esta teatralidade burlesca e o espalhafato visual. Vá, metem uma moedinha, partilhem, a música portuguesa merece que se jogue mais destas etapas visuais.

 

Texto escrito segundo o novo Acordo Ortográfico, a pedido do autor.

Eu acho que