Um Corpo Estranho enfiado em música

autoria António Aleixo

// data 25/11/2016 - 17:00

// 2508 leituras

Pode parecer estranho, mas para quem neste país cresce para a música e sonha fazer canções de inspiração americana (blues, folk, rock, bluegrass, etc) é ainda um certo desafio enfiar-se nessa coisa, lá está!, estranha: cantar em português. E quando a realidade atual da música faz com que o single seja apenas um videoclipe, para dois tipos, que de carinha pop nada têm, o modo é dar a volta à realidade. Um Corpo Estranho é um duo de Setúbal formado por Pedro Franco e João Mota que em setembro mostrou “Pulso”, o segundo álbum – essa peça que para os consumidores de música começa a ser bem estranha. Em maio, aqui explicámos como é que o setubalense António Aleixo (Tom and Jelly & GARAGEM) lhes pensa os vídeos. Logo, para o tema “Scarlett”, que conta o quanto se pode humedecer perante uma daquelas sedutoras “femme fatale” (tudo imagens americanas na cabeça), faz todo o sentido, e tem piada, esta grande ideia visual, ainda que lhe faltem as variações recomendadas. Enfim, uma banda para seguir com atenção, porque, como dizia o outro, primeiro estranha-se, depois... enfia-se.

 

Texto escrito segundo o novo Acordo Ortográfico, a pedido do autor.

Eu acho que