“A Voz do Silêncio”: a cada música, uma fotografia

autoria Pedro Lopes

// data 18/09/2015 - 10:12

// 11974 leituras

Todos nós já passamos por isso. Uma música que teima em não sair da cabeça. O vulgo "earworm" que, como escreveu Oliver Sacks em "Musicophilia", é um sinal claro da "esmagadora e, por vezes, impotente sensibilidade do nosso cérebro à música". Ora, o designer Pedro Lopes, fotógrafo nas horas vagas, passou há um ano uma pequena eternidade a entoar uns verso de Capicua: "Quero uma casa no campo que pode ser na cidade, mas tem de ser de verdade, mesmo não tendo morada." Aquilo criou-lhe um dilema: "Como é que uma casa assim poderia ser real?", questiona o jovem, num pequeno texto enviado ao P3. Até que uma casa de um pescador na Costa da Caparica deu-lhe a resposta: "Uma casa de campo real, na cidade, e não tendo propriamente uma morada". O projecto "A Voz do Silêncio", nome inspirado no livro de Helena Blavatsky, parte destas bandas sonoras do quotidiano. Depois do "Projecto 365", Pedro dedicou-se a este diário fotográfico em que retrata uma música por dia. Tudo começou a 1 de Janeiro e prolongar-se-á, pelo menos, até ao último dia de Dezembro. É só acompanhar o Facebook e o Instagram do autor. Este ano, Pedro voltou à tal casa do pescador. "Para que aquela pudesse ser a fotografia da música 'Casa no Campo' de Capicua". É a número 23 desta galeria. Entretanto, a Câmara Municipal do Barreiro convidou-o para expor o projecto. De 15 de Outubro a 30 de Dezembro de 2016, é possível ver "A Voz do Silêncio" no Auditório Municipal Augusto Cabrita - Galeria Vermelha.

 

Eu acho que