Lançamento

“Revisão”: o melhor da BD portuguesa dos anos 70 em livro

Editada pela Chili Com Carne, a antologia recupera o melhor da banda desenhada dos anos 70, marcados pela icónica revista "Visão"

Texto de Amanda Ribeiro • 07/07/2016 - 16:49

Distribuir

Imprimir

//

A A

Durante sensivelmente um ano, de Abril de 1975 a Maio de 1976, houve uma revista de banda desenhada em Portugal que, com apenas doze números, fez história. Criada e inicialmente dirigida por Victor Mesquita, sucedido depois por Eduardo Nobre, a "Visão" tinha "tudo de diferente" para a época, conta Marcos Farrajota, fundador da Chili Com Carne (CCC), associação que, quarenta anos depois, recupera agora o melhor da banda desenhada dessa década com o lançamento do livro "Revisão".

 

Na revista tanto se encontravam as BD de teor "ácido, espacial, erótico e psicadélico", como outras com uma componente "muito crítica", com referências a temas como a guerra, a droga, o aborto. "A BD era um negócio infanto-juvenil, com regras estabelecidas; estas pessoas estavam a fazer poesia, crítica, a quebrar as coisas", relata Farrajota. "Foi", refere o editorial acompanha o livro, "uma revista improvável num país com graves problemas económicos, mas que se apresentava nas bancas com ar luxuoso, cores ácidas e brilhantes, temáticas políticas e libertárias".

 

A antologia "Revisão" não é uma reedição da "Visão", antes um "'best of' dos esquecidos" da BD da década, em que grande parte do material vem da icónica revista, ou não fosse a "mais emblemática" desses anos. A ideia passa por "recuperar materiais" menos populares, ou não se tratasse este do nono volume da colecção Mercantologia, série em que a CCC resgata conteúdos perdidos do mundo dos "zines".

 

São 184 páginas a cores, "vintage" q.b. (como se vê pela capa), com trabalhos de, entre outros, Pedro Massano, Mário-Henrique Letria, Isabel Lobinho, António Pinho, Tito e de António Pilar, Carlos Barradas, Carlos "Zíngaro", Fernando Relvas, J.L. Duarte, Pedro Potier e Zepe, os sete autores que vão marcar presença na apresentação do livro, juntamente com o editor Marcos Farrajota e Ágata Simões, filha do já falecido Zé Paulo. O lançamento é este sábado, 9 de Julho, pelas 16h, na Feira Morta, que está a decorrer na Bedeteca de Lisboa, na Biblioteca dos Olivais.

Voltar ao topo

|

Corrige
Eu acho que