Catarina Gomes

Ilustração

Livro para "massajar a imaginação" é português e premiado

“Livro (de actividades) para massajar a imaginação”, da jovem Catarina Gomes, venceu a 3.ª edição do concurso “Art Books Wanted”. É um “livro muito introspectivo” para quem quer “registar a sua história”, descreve a designer

Texto de Ana Maria Henriques • 20/10/2014 - 23:04

Distribuir

Imprimir

//

A A

É um livro ilustrado pelas mãos de Catarina Gomes, repleto de actividades para jovens e adultos que querem “massajar a imaginação”. O objectivo é seguir a lista das actividades, “muito autobiográficas e que nos fazem pensar no que já fomos e no que gostaríamos de ser”, conta a autora ao P3. No fim, os leitores terão a sua história registada, em palavras e desenhos. O “Livro (de actividades) para massajar a imaginação”, edição independente da designer da Maia, venceu o concurso internacional “Art Books Wanted”, entregue no início de Outubro.

 

Fazer um livro de actividades para adultos foi um desafio, uma vez que não podia utilizar uma linguagem demasiado infantil. Optou por incorporar “menos texto” e por uma “relação muito solta entre texto e imagem”. “Depois de ver as actividades percebe-se que é um livro muito introspectivo (...) É uma oportunidade de o leitor registar a sua história num livro e, passados uns anos, talvez voltar a ele”, descreve.

 

O leitor é, então, convidado a desenhar o seu ritual de domingo “como se fosse um ‘story board’” ou a sua cara de segunda-feira de manhã. “Procuro que este livro seja acessível a pessoas que não são da área [do design e da ilustração]. Por isso é que incluí uma introdução que mostra algumas correntes e materiais. Não vai ensinar ninguém a desenhar, mas pode deixar curiosidade”, explica Catarina, que apostou em carvão e grafite como materiais de desenho. “Tudo o que consigo faço no papel, só quando não posso mais é que passo para o computador.”

 

Até agora, os leitores têm reagido “muito bem”: os primeiros 70 exemplares já foram todos vendidos, por 20 euros. Alguns leitores já fizeram as actividades e já mostraram à autora, “mas a maior parte guarda para si”. Apesar de gostarem, “muitos têm medo de usar, de o riscar”. Catarina já realizou alguns “workshops” com o livro — e já há outro agendado, no âmbito do 7.º Encontro Internacional de Ilustração de São João da Madeira, que decorre até 26 de Outubro, domingo.

 

Livro (de actividades) para massajar a imaginação” foi o trabalho final que acompanhou a dissertação do mestrado em Ilustração e Animação, no Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), defendida em Novembro de 2013. “Antes de frequentar o mestrado, pensava sempre em desenhar textos dos outros. Só com a disciplina de Escrita Criativa percebi que podia juntar as duas coisas [escrever e ilustrar]”, admite Catarina, que sempre sonhou em publicar um livro.

 

A designer de 31 anos, que trabalha como freelancer, descobriu o prémio, da Edition Lidu (República Checa), num dia menos bom em termos de trabalho. Decidiu concorrer na categoria de livros interactivos, que acabou por vencer — bem como a nível geral. Uma exposição em Praga, uma nova edição do livro e 1000 euros são os prémios do “Art Books Wanted”, que vai na 3.ª edição. Enquanto a segunda edição do livro não chega, Catarina continua pelo design, tentando sempre incluir ilustração.

Voltar ao topo

|

Corrige
Eu acho que