Orienta-te Redes Sociais

"Nu Enfermo", o cancro e o sorriso de Amélia

autoria Bruna Amaral

// data 16/01/2014 - 19:53

// 25752 leituras

"Nu Enfermo" começou por retratar o sofrimento da avó Amélia, de 80 anos, e terminou no sorriso de Amélia, doente oncológica há 15 anos. "É um projecto com muitos detalhes", explicou ao P3 Bruna Amaral, que é mais do que a pessoa que escolheu este caminho para o mestrado em Design da Imagem (Faculdades de Belas Artes do Porto). "Nu Enfermo" é um teaser, uma página de Facebook e três livros (edição de autor, exemplar único) com capas acetinadas, cor da pele, cor do soutien que Amélia usa. Tudo no feminino. "Existem muitos preconceitos na rua, numa simples ida à praia. Amélia é uma pessoa com uma doença e com marcas no corpo, mas é uma pessoa. E sabe lidar com os problemas", justifica Bruna, que com este projecto procura a "validação da pessoa". No cetim da capa dos livros vivem também as imperfeições, como as cicatrizes no corpo, as marcas do colete. "Ver e tocar é importante, é um processo intuitivo". O primeiro livro esconde a identidade. O segundo apresenta Amélia. O terceiro mostra o seu sorriso. "Foi uma sessão familiar e muito feminina. Foi incrível. Rimo-nos muito", conta a autora. Nas sessões fotográficas, Amélia tem um colar que Bruna lhe ofereceu, os brincos que usava há muitos anos e o verniz de sempre, rosa pérola.

Eu acho que