Orienta-te Redes Sociais
Realizado por Pedro Lino e Luis Matta de Almeida, estreou-se em Março no Animac

Realizado por Pedro Lino e Luis Matta de Almeida, "O Cágado" estreou-se em Março no Animac, em Espanha

Cinema

Filme português “O Cágado” no festival de Edimburgo

Animação portuguesa inspirada num conto de Almada Negreiros prossegue carreira internacional no Festival de Cinema de Edimburgo, que conta com mais quatro filmes portugueses

Texto de Lusa • 26/06/2012 - 21:34

Distribuir

Imprimir

//

A A

O filme de animação “O Cágado”, inspirado num conto de Almada Negreiros, prossegue na quinta-feira a sua carreira internacional com uma apresentação no Festival de Cinema de Edimburgo, que conta com mais quatro filmes portugueses.

 

Realizado por Pedro Lino e Luis Matta de Almeida, estreou-se em Março no Animac, em Espanha, e fez parte do programa do IndieLisboa, em Abril. É também um dos primeiros trabalhos fruto da colaboração que os dois portugueses mantêm entre Londres, onde criaram há ano e meio um estúdio, o Sparkle Animations, e Lisboa, onde Matta de Almeida dirige a produtora Zeppelin Filmes.

 

Foi após Pedro Lino se instalar na capital britânica que esta ideia surgiu de aproveitar Londres como uma “plataforma maior para expandir contactos e internacionalizar o trabalho”, contou à agência Lusa.

 

No entanto, o trabalho também beneficia de uma maior oferta de animadores, com um “ritmo de trabalho maior” e mais evoluídos tecnicamente. “Um filme que em Portugal demoraria dois anos aqui faz-se em três meses”, explicou. Do portfólio desta produção anglo-portuguesa fazem ainda parte, entre outros, os filmes “O Gigante” e “O Homem da Cabeça de Papelão”.

 

Em desenvolvimento, adiantou Lino, está uma série para televisão com mais “acção e aventura”, baseada nos livros de Isabel Zambujal e João Fazenda.

 

No Festival de Cinema de Edimburgo, que decorre até domingo, participam ainda “As Ondas”, de Miguel Fonseca, nomeado para o prémio de melhor curta-metragem internacional, “É na terra, não é na lua”, de Gonçalo Tocha, e “Sangue do meu Sangue”, de João Canijo.

 

“Tabu”, de Miguel Gomes, e “A Vingança de uma Mulher”, de Rita Azevedo Gomes, são candidatos ao prémio de melhor filme estrangeiro.

Eu acho que

Pub

Videoclipe.pt

Perfil

Aos 26 anos, foi parar a uma cadeira de rodas, mas isso não a travou. Entre o desporto e a Medicina, Catarina Oliveira criou no YouTube o canal C Feliz para...

Salvador, o vencedor do Festival da...

Ilustração // A euforia começou por ser portuguesa: Salvador Sobral interpretou a canção que...