Filme português sobre agricultura biológica tropical ganha prémio internacional

autoria P3

// data 12/07/2017 - 09:16

// 6388 leituras

A cozinha é indissociável da produção de alimentos e é sob essa perspectiva que a equipa da produtora B-Lizzard, a empresa de produção de alimentos HDB e o Hotel Sundy se unem para a produção do filme "Eu Sou Príncipe II" - premiado recentemente no concurso internacional "Deauville Green Awards", que destaca anualmente o melhor documentário de temática ambiental. Um orçamento reduzido, uma equipa pequena (composta por apenas quatro pessoas) e apenas duas semanas para gravar e editar deram origem a um retrato videográfico da ilha do Príncipe que tem como protagonista a diversidade de espécies vegetais e animais autóctones. "A riqueza do Príncipe advém das frutas, das folhas, extremamente aromáticas." "O Príncipe é feito de perfumes porque tem epocas de floração várias ao ano", explica no vídeo o chef do hotel Sundy Leonardo Pereira. Na Ilha do Príncipe, a HDB detém um "laboratório a céu aberto" na Roça Paciência que é dedicado ao estudo da agricultura biológica tropical e é sobre a vivência na roça e toda a riqueza natural que a envolve que se debruça o filme, que retrata de forma "inspiradora e universal" a ilha africana. A experiência de filmar na ilha foi "livre, orgânica e flexível", refere o departamento de comunicação da HDB em comunicado ao P3 e o resultado é um reflexo dessa mesma liberdade.

Eu acho que