Orienta-te Redes Sociais

"Marina", do belga Stijn Coninx, está a concurso DR

Cinema

MUVI: a música no grande ecrã num novo festival em Lisboa

MUVI Lisboa decorre no cinema São Jorge com filmes sobre José Mário Branco, Morphine ou Legendary Tiger Man

Texto de PÚBLICO • 03/09/2014 - 11:52

Distribuir

Imprimir

//

A A

Chama-se MUVI Lisboa e é a mais recente “entrada” no mapa de festivais de cinema da capital. A decorrer desta quarta-feira até ao próximo domingo na sala do Cinema São Jorge, o MUVI é um festival dedicado exclusivamente ao cinema sobre música – invertendo, nas palavras da própria organização, a tendência para os filmes sobre música terem secções paralelas em certames de maior dimensão (como o IndieLisboa ou o DocLisboa).

 

A secção competitiva do certame, aberta a produções portuguesas ou estrangeiras rodadas ao longo dos últimos 18 meses, divide-se por três formatos – longas-metragens, curtas-metragens e telediscos – cada um com um júri distinto.

 

Entre os filmes a concurso estão o documentário de Pedro Fidalgo e Nelson Guerreiro sobre José Mário Branco estreado no IndieLisboa, "Mudar de Vida"; "Marina", do belga Stijn Coninx, biografia do cantor italiano Rocco Granata (criador da célebre Marina); "True", o documentário de Paulo Segadães sobre as gravações do mais recente disco de Paulo “Legendary Tiger Man” Furtado; ou "Our Vinyl Weighs a Ton", documentário de Jeff Broadway sobre a editora de culto americana Stones Throw.

 

Na competição de telediscos surgirão títulos dos Savages, Rodrigo Amarante, Jack White, St. Vincent, Tune-Yards, NBC, James, Batida, Mão Morta, Noiserv ou You Can't Win Charlie Brown.

 

Fora de concurso, o MUVI exibirá "Cure for Pain", documentário biográfico sobre o falecido líder dos Morphine, Mark Sandman, ou "Cidade de Deus: 10 Anos Depois", onde Cavi Borges e Luciano Vidigal investigam as consequências do êxito do filme de Fernando Meirelles naqueles que nele participaram.

 

O programa completo do MUVI pode ser consultado no site oficial .

Eu acho que

Pub

Videoclipe.pt

Audio

Laura quer que as pessoas entrem no atelier dos artistas "com um clique"

Redes sociais

Mário Tarouca

Sem Facebook, sem Instagram, sem Linkedin. “Adiós! See yaaa! Adeus!”: Mário Tarouca despediu-se dos “amigos” das redes sociais para viver um mês sem a pressão...

Bernardo disfarçou-se de turista e...

Livro // Quis olhar para o sector do turismo em Portugal como estrangeiro e, para isso,...