Orienta-te Redes Sociais

Quando só há retratos de família através do Skype

autoria John Clang

// data 26/06/2012 - 09:30

// 39942 leituras

John Clang é de Singapura, mas vive em Nova Iorque. Escolheu, como muitos jovens, deixar o país onde nasceu para trabalhar fora de portas. E isto, narra o New York Times, trouxe um problema para uma tradição singapurense: quando a família se reunir numa ocasião especial para tirar a típica fotografia formal, onde é que ele estará? Com "Being Together", o fotógrafo arrisca uma solução. O Skype, que tantas vezes anula a distância, é uma máquina do tempo e de teletransporte, e o mais perfeito cenário. E sem Photoshop. "As famílias desmembradas ["dis(membered)] pelo tempo e o espaço podem ser relembradas ["re(membered)"] e restabelecidas através da utilização de um terceiro espaço", comenta o fotógrafo sobre o trabalho, que, por outro lado, também é um retrato da actual diáspora do país — "famílias singapurenses, de várias raças e etnias, que enfrentam a separação".

Eu acho que