Parallel abre “open call” dirigida a novos artistas e curadores

autoria P3

// data 27/04/2018 - 16:40

// 4175 leituras

Lembras-te da Parallel – European Photo Based Platform, a plataforma que foi criada pela associação Procur.arte — com o apoio de dois milhões de euros atribuidos pelo programa Europa Criativa — para dar resposta a "algumas falhas no mundo da fotografia moderna"?

 

O primeiro de quatro ciclos de trabalho está praticamente concluído — está agora a iniciar-se o período expositivo dos trabalhos produzidos, que são parcialmente revelados nesta fotogaleria. O projecto, que juntou artistas emergentes de vários países do mundo, abre agora as portas ao seu segundo ciclo, no qual poderão participar 30 novos artistas da fotografia contemporânea e oito novos curadores, das áreas de novos media e artes visuais. Para o efeito, a associação abriu uma open call para o preenchimento das vagas. As candidaturas a novo artista ou novo curador Parallel podem ser enviadas até dia 4 de Maio, mediante envio do CV, portefólio e pagamento de uma taxa de inscrição de 20 euros. Os resultados serão conhecidos antes da abertura oficial do novo ciclo de actividades, que começa em Junho de 2018 e que termina em Setembro de 2019. A avaliação cabe a um júri composto por, entre outros, Jörg Colberg, fundador e editor da CPhMag.com, Louise Clements, directora artística do QUAD e fundadora e directora do FORMAT International Photography Festival, e Ricou Salgado, director artístico da Parallel.

 

"Os artistas e curadores seleccionados participarão num dos processos criativos mais inovadores da fotografia contemporânea, partindo do zero e indo até à exposição", referiu, em comunicado dirigido ao P3, a associação lisboeta que organiza o projecto. Juntamente com outros 37 artistas e curadores de todo o mundo, os participantes deste segundo ciclo vão desenvolver um novo corpo de trabalho — a ser apresentado em diversos pontos da Europa — e expô-lo nacional e internacionalmente. "Capa Center, QUAD/FORMAT, Photo London ou Arles estão entre os locais a receber os trabalhos dos artistas", garante a organização.

Eu acho que