Um mar de cor à la Istambul

autoria Ana Marques Maia

// data 29/03/2018 - 16:47

// 4284 leituras

Um passeio pela conta de Instagram de Yener Torun (@cimkedi) equivale a uma estimulante viagem pelas pictóricas entranhas da cidade de Istambul. "É preciso procurar com afinco para encontrar este tipo de edifício, vasculhar cada canto da cidade para encontrar estas estruturas", disse ao P3 o fotógrafo e arquitecto turco de 36 anos, em entrevista. É nas zonas mais modernas das cidades — ainda que, por vezes, Yener também fotografe noutras regiões da Turquia — que tem mais facilidade em encontrar aquele que considera o cenário ideal para a criação fotográfica, que cumpre escrupulosamente uma lista de requisitos. "Procuro cores vivas, linhas bem definidas e padrões geométricos", partilhou com o P3. "Tento compor a fotografia eliminando os objectos desnecessários do enquadramento. Se não conseguir 'limpá-los' acabo por rejeitar a fotografia." Mas não é uma regra, esclarece. Por vezes, os objectos que parecem estar a mais no enquadramento servem a composição como um elemento disruptivo que enriquece a narrativa visual. "Pode dizer-se que sou um perfeccionista, mas uma vez por outra deixo passar estes 'ruídos' para criar um efeito inesperado."

 

Yener Torun não recorre a manipulação digital para apagar ou acrescentar elementos nas suas imagens, mas assume "jogar" com a cor e o contraste e realizar correcções de perspectiva que resultam da distorção natural da objectiva. "Na realidade, alguns dos edifícios que fotografo não têm cores tão vibrantes na vida real. Faço ajustes de saturação para criar os ambientes vívidos e surrrealistas que gosto de ver nas imagens." É uma opção estética que agrada aos 149 mil seguidores que tem no Instagram. O seu trabalho, amplamente reconhecido, já conheceu publicação no The Guardian, Washington Post, The Telegraph, CBS News, entre outros meios.

Eu acho que