Quando os monstros saem à rua apanham o metro

autoria P3

// data 27/03/2018 - 14:42

// 2423 leituras

Não se deixam apanhar, mas basta passar pelo túnel do metro para perceber que poderiam por lá andar. Falamos de monstros: e o Subway Doodle jura que o metro de Nova Iorque está cheio deles. Pelo menos, é o que mostra na conta de Instagram onde as criaturas azuis que desenha numa aplicação para o iPad interagem com os habitantes de cidade. São personagens nas situações que o artista “experiencia enquanto nova—iorquino”, diariamente. Como a pessoa que adormece no metro, a que fica entalada entre portas do metro, o homem que se senta de pernas abertas, ou o que espreita para o livro ou telemóvel de quem vai ao lado. “As pessoas conseguem relacionar-se com isto e, por isso, acho que consideram o meu trabalho muito divertido.” O artista, que permanece anónimo – e por vezes surge em fotografias com uma cabeça gigante azul – começou a desenhar em 2011, durante as viagens (de metro) para o trabalho num estúdio de marketing em Brooklyn, onde é director criativo. A melhor coisa que lhe podem dizer? “O teu trabalho faz-me sorrir”, conta, à Esquire. Isso e: “Eu também os vejo!”

Eu acho que