Exposição

Wasted Rita faz um tributo às coisas que a “salvam diariamente”

Exposição "As happy as sad can be", da artista portuense, tem inauguração marcada para esta sexta-feira, 20 de Outubro, na galeria Underdogs, em Lisboa. Mostra inclui apenas obras novas

Texto de Lusa • 18/10/2017 - 10:34

Distribuir

Imprimir

//

A A

A artista portuguesa Wasted Rita inaugura, esta sexta-feira, 20 de Outubro, na galeria Underdogs, em Lisboa, As happy as sad can be, uma exposição que é um tributo às coisas que a "salvam diariamente". A mostra, constituída apenas por obras novas, surge "numa tentativa de oficializar que não é mesmo necessário viver numa pressão para ser feliz".

 

Wasted Rita, que nasceu em 1988, no Porto, faz desenhos, ilustrações e escreve teorias sobre o que a rodeia. Para esta exposição, dividiu a galeria em pequenos espaços, "numa tentativa de trabalhar todas as coisas, todos os temas, tudo o que existe que te faz acordar e ter vontade de fazer coisas". Seja em posters, telas, objectos pintados (como latas de cerveja e maços de tabaco), neons, cerâmica ou ilustrações, na Underdogs estão "coisas que salvam" a artista — "não necessariamente todas boas".

 

"É um tributo às coisas que me salvam diariamente: amigos, tacos, sexo oral, raparigas zangadas, Internet", explicou em declarações à Lusa, num intervalo da montagem da exposição. Wasted Rita foi a única portuguesa entre os mais de 40 artistas presentes no parque de diversões Dismaland, uma sátira à Disneylândia que o britânico Banksy criou em 2015, no Reino Unido.

 

Apesar de todos os temas que escolheu para As happy as sad can be ("Tão feliz quanto triste pode ser", numa tradução livre para português) estarem "em todos os espaços criados na galeria, estão mais trabalhados em alguns". Um deles está mais relacionado "com Internet, o ego na Internet, mas não de uma forma crítica", outro, que representa um quarto, "está relacionado com feminismo, insatisfação constante", e um outro, "que é suposto ser rua", que é "sobre depressão, não estares bem".

 

Na exposição haverá também "uma caixa com filmes" e uma máquina de tirar brinquedos: "coisas compradas, nas quais fiz algo em cima". As happy as sad can be, de entrada livre, estará patente até 18 de Novembro, na Underdogs.

Voltar ao topo

|

Corrige
Eu acho que