Futureplace

Festival

Futureplaces: inquietem-se, “o futuro está cá sempre”

O festival que é um “media lab” chegou à 10.ª edição. Decorre de 17 a 21 de Outubro em vários locais do Porto e as actividades são grátis

Texto de Renata Monteiro • 15/10/2017 - 14:19

Distribuir

Imprimir

//

A A

Inquietação. A palavra que “descreve bem a forma como olhamos para o futuro” é o tema dominante da 10.ª edição do Futureplaces, diz ao P3 Heitor Alvelos, curador do festival desde que este começou, em 2008. E é inquietos, “numa altura em que tudo acontece muito depressa e de forma volátil”, que se espera que cheguem os participantes dos laboratórios de cidadania, conversas, mostras, concertos, exposições que decorrem de 17 a 21 de Outubro em vários locais do Porto. “Isto é diferente de ter medo”, avisa o curador. “Não queremos que tenham medo, queremos que seja um desafio de cada participante e dos seus limites.”

 

Da programação, Heitor Alvelos destaca desde logo o Azulejos do Porto, um workshop que lhe parece ser “o mais popular”. Decorre esta quarta-feira, 18 de Outubro, de manhã, no pólo da UPTEC-PINC e quer pôr dez participantes (caso haja mais só poderão observar) a pintar azulejos com técnicas dos séculos XIX e XX. O laboratório é orientado pela designer gráfica Alba Plaza e pela produtora cultural Marisa Ferreira, donas do projecto com o mesmo nome que pretende fazer um inventário dos azulejos da cidade — e que já foi apresentado no P3.

 

O Remixes, um dos onze laboratórios disponíveis “gratuitamente e onde todos são bem-vindos”, propõe a remistura de discos de vinil comprados em feiras, enquanto o Powerpointers Anonymous, também a 20 de Outubro, quer procurar maneiras de dizer adeus às típicas apresentações com slides e olá ao “potencial dos media digitais”, a partir das descobertas dos participantes no mesmo workshop, em 2015.

 

A música é outra das maneiras que o festival arranja de "juntar investigadores e a cidade". No Futureplaces, garante o curador, é possível ver-se “músicos profissionais a tocar com investigadores doutorais da área do som, com músicos de rua”. Dentro dos músicos convidados, Heitor refere o pianista e saxofonista Steven Brown, dos Tuxedo Moon, que vai tocar no Passos Manuel às 22horas de quarta-feira 18 de Outubro.

 

No mesmo dia, em parceria com a Shortcutz, há uma mostra de curtas-metragens no Maus Hábitos e na sexta-feira repete-se a mostra de videojogos e convida-se todos a levarem os jogos que criaram.

 

O festival que “desde a primeira hora procura o futuro” é uma iniciativa do programa UTAustin-Portugal e tem actividades no UPTEC PINC, Rosa Imunda, Passos Manuel, MILMaus Hábitos

Voltar ao topo

|

Corrige
Eu acho que