Num só museu cabem mais de 500 mil brinquedos

autoria P3

// data 07/09/2017 - 13:36

// 1596 leituras

Aviso: depois de veres este vídeo é provável que queiras mudar de profissão, embarcar num avião para Nova Iorque e tentar a tua sorte enquanto curador de jogos de tabuleiro ou da colecção de bonecas no Museu Nacional da Brincadeira (quão bem ficaria este local de trabalho no perfil do LinkedIN?). Se estiveres feliz no que fazes, mesmo que duvidemos que seja tão divertido quanto isto, considera pelo menos uma visita virtual por algumas das prateleiras carregadas de 500 000 brinquedos que revelam a “história norte-americana dos jogos e brinquedos" — que dizem estar directamente relacionada com os acontecimentos históricos reais. Desloca-te “como se fosses uma peça de um gigantesco jogo de tabuleiro através de três séculos de jogos americanos”, lê-se na descrição da maior atracção cultural do oeste do estado de Nova Iorque. Conhecer a Rua Sésamo, admirar uma colecção de máquinas de flippers, entrar numa casa de bonecas em tamanho real, ver o maior livro pop-up do mundo, passear através de um caleidoscópio gigante ou embarcar num carrossel de 1918 que ainda funciona, são algumas das propostas do The Strong que quer dar a conhecer o “lado lúdico da história”.

Eu acho que