Um mundo paralelo feito de cola e papel

autoria P3

// data 25/07/2017 - 17:05

// 1590 leituras

A parisiense Aurely Cerise não é fotógrafa, mas sim uma criadora de imagens. A sua conta de instagram, que conta actualmente com quase com 100 mil seguidores, foi aberta em Junho de 2012, altura em que Cerise andava stressada, cabisbaixa e com necessidade de criar algo que a pudesse acalmar. Encontrou a resposta ao problema no papel, na tinta, na fotografia e no instagram, em conjunto. "[A criação] transformou-se numa forma de bem-estar, numa força motriz, em algo que me empurra para a frente", disse em entrevista à Orange. Em ambiente calmo, na companhia da sua música e da sua chávena de chá, Cerise combina objectos, cor e humor para criar o enquadramento perfeito. "Adoro criar objectos em papel. Adoro tocar em papel, manipulá-lo, ter cola nas mãos, sentir as formas nas minhas mãos, ver os objectos em três dimensões e jogar com a composição interminavelmente. É um trabalho minucioso, demorado e permite-me desligar de tudo." Cerise crê que o Instagram teve um papel fundamental na sua vida. É fiel aos seus seguidores – já visitou alguns deles no estrangeiro (já esteve em Portugal para um empty a convite do Museu Berardo) e responde, sempre que possível, de forma personalizada a cada comentário – e à sua rotina criativa. "As pessoas gostam sobretudo de cor. Dizem-me que esperam diariamente pelas minhas fotos porque as faz sorrir, por terem sempre um toque de humor. É por isso que prefiro 'postar' logo de manhã, para partilhar algum do meu bom-humor com os outros."

Eu acho que