A cara com que acordas

autoria P3

// data 12/07/2017 - 18:05

// 4763 leituras

O acordar dela é como o acordar de muitos de nós. "Demorado e doloroso q.b.". A estratégia repete-se tantas vezes como a repetição do toque do despertador. "Acordo sempre com sono por isso tenho o despertador programado para mais cedo para poder ficar na ronha e, depois sim, sair da cama", confessa ao P3 Ana Gil, designer e minimalista convicta ultimamente interessada no acordar dos outros. Porquê? A resposta está no seu próprio espelho (ou na primeira selfie desta galeria). "Acordo despenteada, com a marca dos lençóis na bochecha, toda zombie ou sei lá mais o quê. É inevitável rir ao ver-me ao espelho. Aposto que não sou a única e por isso achei que seria curioso ver e partilhar o acordar dos outros, este momento tão natural a que ninguém escapa." É suposto o projecto Wake up Thoughts, que para já só dorme e acorda no Instagram, ser instantâneo e pouco retocado. Olhos fechados, entreabertos ou com remelas, cabelo desgrenhado, despenteado ou emaranhado, pessoas mais ou menos acordadas, mais ou menos a dormir, mais ou menos acompanhadas. Para empurrar o projecto para fora da cama, Ana Gil começou por enviar uma mensagem privada aos amigos. "A palavra foi-se espalhando com a ajuda dos participantes 'sonecas' e já tenho participações espontâneas", conta. A participação está aberta a qualquer pessoa que queira enviar uma selfie tirada ao acordar e que inclua os pensamentos do momento. Toca a acordar!

Eu acho que