Orienta-te Redes Sociais

Filipa Camacho

Filipa Camacho

Filipa Camacho

Filipa Camacho

Exposição

Na 12x12 as obras de arte são expostas em cd’s

No atelier da Travessa em Lisboa serão expostas mais de 1000 obras de arte, e o público terá oportunidade de conhecer os autores

Texto de Gonçalo Isento • 19/11/2015 - 16:24

Distribuir

Imprimir

//

A A

O 12x12 é uma exposição que abarca os diferentes tipos de linguagem artística desde a pintura, o desenho, a gravura e a fotografia. Para a mostra são convidados todos os artistas que pretendam partilhar as suas experiências e processos artísticos com a possibilidade de expor e vender os seus trabalhos — durante o dia 12 de Dezembro no atelier da Travessa,Travessa de Santo António a Santos nº14, em Lisboa.

 

Trata-se de um encontro de artistas maioritariamente formados ou ainda alunos da Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa que resulta numa exposição colectiva cujo objectivo é "o confronto das diversas linguagens e expressões individuais num conjunto em que as regras, à partida, são iguais para todos”, lê-se em comunicado.

 

Ao P3, Elsa Bruxelas, membro da organização, explicou que “a iniciativa partiu dos próprios alunos da Faculdade de Belas Artes que organizaram uma exposição colectiva com um formato único, uniforme, em que o conceito implícito é apenas valorizar os projectos artísticos de cada um partindo do 12x12, um formato muito pequeno, em que cada artista pode produzir de duas a dez obras que depois são expostas numa caixa de Cd’s que servem como suporte expositivo das mesmas”.

 

Elsa referiu que esta "não é uma exposição normal, mas um confronto de ideias e de trabalhos entre os artistas” onde os visitantes podem ter uma maior proximidade das obras e dos seus autores, permitindo a troca de ideias e experiências realizadas durante os processos criativos. Explicou ainda que, dado o preço simbólico das obras, se evidencia o trabalho plástico implícito nas obras, “uma forma de os artistas emergentes chamarem a atenção para a qualidade do seu trabalho”.

 

Os visitantes podem adquirir qualquer uma das obras expostas por 10 euros a unidade, valor que reverte a favor do autor da peça. Todas têm o mesmo valor. "O que interessa não é o valor monetário implícito na obra, mas sim o seu valor enquanto arte”. Existem obras que custam dez vezes menos do que o seu valor de mercado".

 

No atelier da Travessa em Lisboa serão expostas mais de 1000 obras de arte e o público terá oportunidade de conhecer os autores que estão por detrás das obras, muitos deles “artistas consagrados com trabalho reconhecido em exposições internacionais, que aderem produzindo especificamente obras no formato 12x12 especialmente para esta exposição”.

Eu acho que

Pub

Videoclipe.pt

Audio

Laura quer que as pessoas entrem no atelier dos artistas "com um clique"

Marias

No n.º 58 da Rua do Loureiro, no centro histórico de Coimbra, a porta de madeira carcomida está aberta e a entrada é um vislumbre de cor e das mensagens que...

Rui Mendes, um fotógrafo de rua

Fotografia // Quando Rui Mendes emigrou para Paris, em 1971, a fotografia ainda não fazia...