Orienta-te Redes Sociais

Antes de sermos artistas de circo

autoria Diogo Baptista

// data 17/01/2014 - 17:56

// 12042 leituras

Demora nem dez minutos. Entrar e sair da caravana. Entrar com a roupa do dia a dia e sair com a maquilhagem e o figurino. São pessoas, que são como super-heróis com alter-egos. O palhaço, o trapezista, a contorcionista e o domador de leões. "Os artistas de circo vivem duas horas de glamour e todas as outras de uma normalidade que não se apreende quando vemos os brilhos que libertam na pista", explica o fotógrafo Diogo Baptista, que durante alguns dias viveu uma parte dos ritmos da companhia de Circo Soledad Cardinali. "Backdoor Circus" é uma parte do seu quotidiano, "situações de convívio e alguns momentos mesmo antes do espectáculo". "Descobri que as pessoas do circo não comem todas juntas, que têm televisor e que não trabalham no circo por falta de melhor opção", disse ao P3 Diogo, que já passou por aqui com outros truques de ilusionismo. "São felizes".

Eu acho que